Cerca de seis cães Galgo Italiano em condições de maus-tratos foram resgatados de uma residência em Praia Grande, no litoral paulista, na sexta-feira (20). Dois outros animais foram encontrados jazem vida. A polícia suspeita de que o local era usado como criadouro clandestino para reprodução e comercialização da raça.

 (Crédito: Divulgação/PMA)
(Crédito: Divulgação/PMA)

Vizinhos acionaram equipes da Polícia Militar Ambiental (PMA) após sentirem um forte odor de podridão proveniente do local, que fica na Rua Guiana Francesa, no bairro Guilhermina. Eles suspeitavam que o proprietário do imóvel estivesse morto dentro da casa, já que não era visto há pelo menos duas semanas.

 (Crédito: Divulgação/PMA)
(Crédito: Divulgação/PMA)

No interior da residência, os agentes não encontraram o proprietário do imóvel, mas depararam-se com os cachorros, assustados e sem qualquer tipo de alimentação ou fonte de água, em um local insalubre. Em um corredor, eles localizaram a ossada de um cão e, dentro de um cômodo trancado, outro animal em decomposição.

Multa

 O responsável pela casa, que não havia sido localizado até este sábado (21), será multado R$ 30 mil pela Polícia Militar Ambiental. O local, agora, é alvo de uma investigação para saber se, de fato, funcionava como criadouro ilegal.