Câmara de Teresina aprova reajuste de 7,64% para professores

O pagamento será retroativo a janeiro e pago integralmente

A Câmara Municipal aprovou, em votação ocorrida durante a sessão ordinária desta quarta-feira (08), o projeto que reajusta em 7,64% o piso dos professores de Teresina. O projeto havia sido enviado na semana passada para a Casa Legislativa e passou pelas comissões até ser levado a plenário. O projeto garante que o pagamento será retroativo a janeiro e pago integralmente. 

Segundo o prefeito Firmino Filho, o percentual é referente ao piso nacional do magistério. A educação, que vem sendo a prioridade maior nas administrações de Firmino Filho, tem como focos principais a valorização do professor e a estruturação da rede municipal, agora inovando com a implementação de 10 escolas de tempo integral.

"Mantemos o nosso compromisso com o magistério. Apesar desse momento de crise, estamos buscando cumprir da Lei do Magistério. É o esforço que estamos fazendo nesse momento de corte, de redução de despesas porque entendemos que a educação tem que ser prioridade zero. Ao longo do tempo, temos buscado esse resgate da remuneração dos nossos professores. Acredito que no nosso último mandato, os professores já tenham quase 60% de aumento nominal, o que atesta nosso compromisso com o futuro da meninada. A gente faz isso não apenas pelos professores, mas pelo futuro das nossas crianças", garante o prefeito. 

A vereadora Graça Amorim, líder do prefeito na Câmara, ressalta a importância da aprovação do projeto. "A aprovação desse projeto em segunda votação foi uma vitória para o servidor porque garantiu que o aumento já viesse no próximo contracheque. A folha de pagamento fecha dia 10. Os vereadores entenderam isso, por isso a unanimidade na votação", destaca.

Fonte: Portal MN