Campomaiorense é uma das sobreviventes do atentado em Manchester

Taliana é natural da cidade de Campo Maior.

Uma mulher identificada como Taliana Rodrigues, natural da cidade de Campo Maior, é uma das vítimas do ataque terrorista que matou 22 pessoas e deixou dezenas de feridos, na segunda-feira (22/05), em Manchester, na Inglaterra. Taliana Rodrigues, de 32 anos, mora há cinco anos na Europa. Ela trabalha na Arena Manchester, local onde explodiu a bomba.  

A vítima contou, com exclusividade para um portal da cidade, que trabalha na produção de shows na Arena e na hora do atentado estava na frente do palco, logo após o show da cantora Ariana Grande.

“A cantora se despediu do público e baixaram as cortinas. Então quando a gente estava na frente do palco, esperando todos saírem, ouvimos o barulho bem alto e eu falei pro meu amigo: ‘corre que é um atentado’”, relata a campomaiorense, que trabalha há cinco meses no local do ataque terrorista.

No total, 13 pessoas permanecem detidas sob suspeita de ligação com o suicida que detonou explosivos na porta da arena onde acontecia o show da cantora americana Ariana Grande.

Taliana disse que, minutos depois da explosão, viu as pessoas saindo correndo das arquibancadas. “Vi gente ensanguentada e correndo, ai eu falei para o meu amigo Vinicius vamos sair daqui é um atentado. E aí chega os policiais de bombas gritando para sair do local”, conta.

A campomaiorense disse que viveu momentos de medo e imaginava que nunca mais iria ver a sua família. “Eu queria sair correndo para voltar para casa, mas os policiais ficaram falando que era para todos ficarem juntos em um quarteirão próximo a arena, só após um bom tempo é que liguei pro meu marido ele veio me pegar”, relata Taliana.

Taliana disse que só comunicou aos familiares em Campo Maior no dia seguinte à tragédia, através do Consulado Brasileiro em Manchester. Taliana é filha do mototaxista Gama, que é muito conhecido em Campo Maior.


Fonte: Com informações do Portal de Campo Maior