‘Nós provamos que é possível consertar esse país’, diz Lula

Eventos no PI fazem parte do roteiro de uma caravana pelo Nordeste

Atualizado às 14h30

‘Nós provamos que é possível consertar esse país’

Emocionado, o ex-presidente destacou o imenso carinho que tem com o povo brasileiro. “Eu não sei governar, eu sei cuidar do povo pobre desse país, de mulheres e crianças. Então eles estão preocupados? Deixa o povo decidir, gente. Eu já perdi três eleições na minha vida, nunca reclamei. Eu fazia igual ‘cachorro magro’, ia para casa lamber minhas feridas. Perdia e ia lamber, perdia e ia lamber as feridas até que um dia vocês foram generosos me elegeram presidente da república. Nós provamos que é possível consertar esse país, provamos que é possível, sim. O estado do Piauí era considerado o mais pobre do Brasil, e provou que não era pobre coisa nenhuma. Os governadores eleitos antes do Wellington não se preocupavam com o povo desse lugar, não se preocupavam com o pobre, não cuidavam do pequeno agricultor, não cuidavam das pessoas da periferia”, disse Lula.



Ex-presidente Lula em visita a Marcolândia (Crédito: Mídia Ninja/ Facebook)
Ex-presidente Lula em visita a Marcolândia (Crédito: Mídia Ninja/ Facebook)

"O povo nordestino não nasceu apenas para trabalhar de pedreiro ou servente, pelo contrário. O povo nordestino também quer ser engenheiro, o povo nordestino também quer ser médico, advogado. Eu queria provar que na hora em que a gente colocasse o filho de um trabalhador comum no mesmo banco da escola do rico, e o se o pobre estivesse comendo a calorias suficientes, que queria saber se o dinheiro seria capaz de fazer uma criança rica mais inteligente que uma criança pobre. Eu queria garantir igualdade de oportunidade. Eu não quero tirar nada de ninguém, quero apenas que todas as pessoas tenham as mesmas oportunidades e que vença o melhor. Na vida sempre vence o que se dedicou mais”, destacou.




Atualizado às 14h

Lula lembrou que as transformações sociais ocorridas no Piauí só foram possíveis graças ao comprometimento do governador Wellington Dias. “Queria dizer para o Wellington Dias que sempre fico muito agradecido pelas palavras gentis. Eu queria dizer uma coisa para vocês: não seria possível a gente fazer tudo que foi feito aqui no estado do Piauí caso não fosse esse índio aqui. Eu conheço poucos governadores mais espertos que esse índio, quando era presidente da república ele nunca ia dia de terça ou quarta, só ia dia de sexta à tarde para dizer assim: ‘Olha presidente, eu vou ficar aqui todo esse final de semana, será que o senhor poderia me atender uns cinco minutos? ’. E como nossa relação não era apenas de governador e presidente, eu dizia assim: ‘Pois passe aqui, companheiro’”, contou. 

Crianças comemoram chegada de Lula em Marcolândia (Crédito: Mídia Ninja)
Crianças comemoram chegada de Lula em Marcolândia (Crédito: Mídia Ninja)


Atualizado às 13h30

O ex-presidente Lula discursou para 20 mil pessoas presentes no Complexo Eólico Chapada do Piauí I e II, em Marcolândia, na tarde desta sexta-feira (010). Bastante aplaudido, o ex-presidente destacou os programas sociais implementados durante sua gestão. Lula lembrou que Guaribas foi o primeiro a ser beneficiado através do 'Fome Zero'. “O primeiro município a receber o 'Fome Zero' foi a cidade de Guaribas aqui no estado do Piauí”, destacou, ao brincar sobre nunca ter conhecido a cidade: “Eu estou começando a ficar preocupado, nunca me levaram para Guaribas”.

Lula destacou a importância da Caravana  pelo país. “Essa Caravana que eu vim fazer, que percorre o Brasil, ela tem como objetivo principal a cordialidade. Eles lembram da quantidade de institutos federais que nós temos no Nordeste? Eles lembram do piso salarial dos professores que nós fizemos?Lembram das coisas boas que nós fizemos? “, questionou. 

O petista ainda lembrou que durante seu governo desenvolveu programas para aliviar a seca na região Nordeste. “Não se discutiu nesse país para fazer a transposição do Rio São Francisco. O Imperador chegou a dizer: 'Eu darei a última joia da Coroa para levar água para o semiárido nordestino'. Depois ele foi embora e nunca mais fizeram, porque a Bahia dizia que era dono do Rio, Alagoas dizia que era dona do Rio", disse. 










Atualizado às 12h25

O Governador Wellington Dias falou sobre as importantes mudanças trazidas durante o governo Lula. “Os piauienses sabem que a vida deles mudou e mudou a partir de 2003 aceleradamente com o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Eu sei, é claro, que isso incomoda. Incomoda. E isso incomoda porque o dinheiro do Brasil, que não tinha para essas coisas como esse Parque Eólico em Marcolândia, é porque era um dinheiro que só ia para os mais ricos", afirmou. 

O governador lembrou a situação precária de milhares de piauienses que viviam sem energia elétrica e que tiveram essa triste realidade modificada através do Programa "Luz Para Todos', criado em 2003 pelo governo Lula, quando Dilma era ministra de Minas e Energia. 

"Muitas vezes a rede elétrica dos mais ricos passando em cima da casa dos pobres e não se colocava energia. É fazendo coisas para os mais pobres que a gente muda o Brasil inteiro”, reforçou Wellington Dias.




Atualizado às 12h12

Uma multidão de mais de 20 mil pessoas aguarda o discurso do ex-presidente Lula que deve acontecer em instantes. O ex-presidente chegou em Marcolândia por volta das 11h20 desta sexta-feira (01) acompanhado do governador Wellington Dias, da secretária de Educação e primeira-dama Rejane Dias e de vários deputados.



Atualizado às 11h40

O ex-presidente Lula chegou no município de Marcolândia, por volta das 11h20, desta sexta-feira (1º), com cerca de 20 mil pessoas com pessoas da cidade e toda a região à sua espera. O tumulto foi tão grande que alguns moradores tentaram subir no caminhão em que o ex-presidente chegou. Logo em seguida, Lula foi visitar um parque eólico da região. Os moradores locais estavam aguardando a chegada do político na própria rodovia.



Atualizado às 9h10

A caravana do ex-presidente Lula chegou ao Piauí e realiza a sua primeira parada no município de Marcolândia (a 420 km de Teresina), conhecida por ser a terra dos cata-ventos, que nesta sexta-feira, 1º de setembro, registra temperatura média de 19º graus. A Rede Meio Norte vai acompanhar toda a visita da caravana pelo Piauí. A repórter Chintia Lages, viajou até a região Sul do Estado para acompanhar a chegada de Luiz Inácio Lula da Silva.

Por volta das 9h, em sua primeira entrada ao vivo no programa Revista Meio Norte, a jornalista mostrou toda a movimentação da cidade, assim como toda a ansiedade de admiradores, correligionários e da população  da cidade para a primeira aparição de Lula, que deve se pronunicar em praça pública. Cinthia entrará através de flashes informativos ao longo de toda a programação da Rede Meio Norte.

“Já tem muita gente concentrada esperando a chegada do ex-presidente Lula, que participará de um ato solene na praça central aqui de Marcolândia e depois vai visitar um dos parques eólicos do  município. De Marcolândia, o ex-presidente segue para o município de Picos, onde visitará a Casa Apis, uma cooperativa produtora de mel. que já exporta o produto até para os Estados Unidos e logo em seguida recebe o título de cidadão picoense”, informou a repórter.

Lula em caravana no Piauí (Crédito: Roberto Stucker Filho)
Lula em caravana no Piauí (Crédito: Roberto Stucker Filho)

De acordo com Cinthia Lages, o ex-presidente deve chegar em Teresina já no sábado (02), por volta das 17h. Durante todo o percurso, Lula estará acompanhado do governador Wellington Dias e várias lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT).

Na capital do Piauí, Lula participará de um jantar com adesões do partido e filiações. Já no domingo, às 09h o ex-presidente do Brasil participará de um ato na cidade de Altos onde seguirá com sua caravana e na segunda (04), receberá o Título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal do Piauí (UFPI).

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Lula em caravana no Piauí (Crédito: Roberto Stucker Filho)
Lula em caravana no Piauí (Crédito: Roberto Stucker Filho)
 (Crédito: Roberto Stucker Filho)
(Crédito: Roberto Stucker Filho)
 (Crédito: Roberto Stucker Filho)
(Crédito: Roberto Stucker Filho)
 (Crédito: Roberto Stucker Filho)
(Crédito: Roberto Stucker Filho)
 (Crédito: Roberto Stucker Filho)
(Crédito: Roberto Stucker Filho)



Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com