A ministra e presidenta do Supremo Tribunal Federal - STF Cármen Lúcia, vai assumir a Presidência da República nos dia 13 e 14 de abril, período em que o atual presidente Michel Temer viajará para o Peru para participar da Cúpula das Américas. 

Cérmen Lúcia é  a quarta na linha sucessória do Governo Federal. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o Presidente do Senado    Enuncio de Oliveira não poderão substituir Michel Temer devido o prazo de desincompatibilização, senão eles ficam inelegíveis. 

Eunício esquematizou uma viagem para o Japão, onde ele se reunirá com o legislativo local, enquanto Maia irá ao Panamá.