S10 diesel ganha tecnologia para ter "conforto de carro de luxo'

Modelo herda sistema da prima americana Colorado

Modelo herda sistema da prima americana Colorado para reduzir ruídos, vibrações e consumo.

Absorvedor de vibração por pêndulo centrífugo. O nome complicado, traduzido do inglês Centrifugal Pendulum Absorber, que fica mais simples se usada a sigla CPA, é o mais novo trunfo da Chevrolet S10 com motor a diesel na linha 2018.

O dispositivo, herdado da prima americana Colorado (com quem a S10 compartilha a base), promete conter os níveis de ruído e vibração do propulsor 2.8 turbodiesel a "patamares similares aos de automóveis a diesel de luxo", conforme descrito pelo comunicado oficial da General Motors.

Além disso, o CPA otimizará o acoplamento do câmbio automático de seis velocidades ao propulsor nas marchas mais baixas, o que, de acordo com a marca, deixará as retomadas mais espertas e ajudará a reduzir o consumo de combustível.   "[O dispositivo] pode melhorar a eficiência energética do veículo em até 13%", estima Fabiola Rogano, vice-presidente de engenharia da fabricante.

O resultado prático é que a autonomia auferida pelo Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro subiu de 8,4/10,4 km/l (cidade/estrada) para 8,8/10,8 na versão LT cabine dupla com tração 4x2. O 0-100 km/h também melhorou em 0,6 segundo, , de acordo com os números oficiais da GM, chegando agora a 10,3 segundos.

A mudança tem um preço: a S10 está pelo menos R$ 2 mil mais cara em todas as versões a diesel automáticas. Confira a nova tabela:

+S10 LT 4x4 AT -- R$ 153.990

+S10 LTZ 4x4 AT -- R$ 171.990

+s10 High Country 4x4 AT -- R$ 181.590

Outra novidade da linha 2018 é a entrada da cor vermelho Edible Berries na paleta, a da imagem. 






Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com