Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Acusados de matar criança com tiro na cabeça são identificados em THE

Dor e comoção marcam o velório da criança morta com tiro na cabeça em Teresina.

Compartilhe

Os indivíduos envolvidos no tiroteio que acabou tirando a vida de Maria Vitória dos Santos Barros, de apenas 2 anos, na última segunda-feira (21) no residencial Torquato Neto, na zona Sul de Teresina, já foram identificados pela Polícia Civil do Piauí, através do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa-DHPP. 

O velório da criança, ocorrido na tarde de ontem, foi marcado por muita dor e comoção de familiares. O caixão percorreu alguns bairros da capital como Torquato Neto, Orgulho do Piauí e no Residencial Lucy, no bairro Dirceu Arcoverde em forma de homenagens. De acordo com delegado Francisco Costa, o Baretta, coordenador do DHPP, as equipes já estão fazendo diligências para chegar até os autores do crime. 

Delegado afirma que responsáveis pelo crime já foram identificados (Reprodução)

Segundo informações, pelo menos três homens encapuzados chegaram no local com objetivo de atingir o alvo, Daniel José do Livramento Silva, mais conhecido como ‘sementinha do mal’. Ele foi baleado quatro vezes, a pequena Maria Victória recebeu um tiro na cabeça e um terceiro morador foi atingido na perna. 'Sementinha' dispensou atendimento médico e foi embora pela porta da frente do Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Policiais militares do 1º Batalhão e da Tropa de Choque da Rone foram acionados para o local.


O avô da criança, que é policial militar, criticou a falta de segurança que estamos vivendo. “Infelizmente eu como segurança acho que a nossa segurança é falha, em um momento desses a polícia deveria ter prendido os bandidos. A gente lamenta pelo fato de não ter respostas da própria segurança, vai falar o que? A gente vê a situação de bala perdida acha que é só em São Paulo, Rio de Janeiro e agora é na casa da gente”, lamentou. 

 

 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar