Casos de chikungunya preocupa após aumento de 40,8% em uma semana

Apesar da redução da dengue, a chikungunya teve aumento de 40,8%

O Piauí registrou uma redução de 46,2% nos casos de dengue, em relação ao mesmo período de 2016. De 01 de janeiro a 09 de junho deste ano, foram 2.227 casos notificados em 98 municípios. Os dados foram apresentados pela Sala Estadual de Coordenação e Controle das Ações de Enfrentamento à Microcefalia, da Secretaria de Estado da Saúde.

Os municípios que apresentaram maiores índices de notificações da doença foram Teresina (1.005), Pedro II (151), Floriano (103), Parnaíba (86) e Alto Longá (80). Na capital foram registrados três e em Pedro II um caso de dengue grave.

Em relação à chikungunya, foram 951 casos notificados, em 47 municípios, registrando queda de 31,7% em relação ao mesmo período de 2016, sem registro de óbitos. No entanto, se compararmos os números da 22ª semana epidemiológica (de 01 a 07 de junho) com os da 21ª semana (de 25 a 31 de maio), houve aumento de 40,8% dos casos da doença. Na semana 21 foram 675 novos casos prováveis notificados, já na semana 22 o registro foi de 951 ocorrências, 276 a mais.

As maiores incidências de chikungunya por 100 mil habitantes foram registradas nas cidades de Várzea Branca (388,6), Bom Jesus (193,2), Floriano (176,9), Oeiras (176,2) e Arraial (171,3).

Os dados da zika apontam 131 casos notificados em 12 municípios. Os números da microcefalia registram 10 novos casos em 2017.

Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com