Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Casos de dengue crescem 50% no Maranhão

Casos de dengue crescem 50% no Maranhão

Compartilhe

Mais de 450 mil pessoas foram infectadas pela dengue at? setembro deste ano. Desse total, 121 mil morreram. No Maranh?o, o n?mero de casos registrados foram 12.033, mais que o dobro notificado no mesmo per?odo de 2006. Os dados foram divulgados na ter?a-feira (16) pelo ministro da Sa?de, Jos? Gomes Tempor?o, durante lan?amento da campanha nacional de preven??o ? dengue, em Minas Gerais. De acordo com o Minist?rio da sa?de, o n?mero de casos representa um aumento de mais de 50% em rela??o ao ano passado.

Tempor?o manifestou preocupa??o diante da poss?vel prolifera??o da dengue com a chegada do per?odo das chuvas. Em 2002, quando o pa?s viveu uma epidemia da doen?a, o n?mero de casos chegou a 794 mil. No ano passado, foram 345 mil.

"A dengue ? um problema s?rio e mata. Neste ano, 1.076 pessoas tiveram a dengue hemorr?gica, que ? a forma mais grave da doen?a. Desse total, 121 morreram", afirmou Tempor?o. "O quadro deste ano ? ruim e estamos fazendo a campanha antes do per?odo de chuvas, quando o mosquito transmissor se prolifera. Ou seja, temos tempo para a preven??o, mas os resultados dependem da participa??o de todos", afirmou.

A Secretaria de Vigil?ncia em Sa?de do Minist?rio da Sa?de registrou no per?odo de janeiro a julho de 2007, 438.949 casos de dengue cl?ssica, 926 casos de febre hemorr?gica da dengue e 98 ?bitos.

Comparando com o ano de 2006, foi observado um aumento de 136.488 casos de dengue no pa?s, sendo o m?s de mar?o aquele com o maior n?mero de notifica?es no per?odo, correspondendo a 102.011 casos. Esse aumento no n?mero absoluto de casos est? relacionado com a ocorr?ncia de epidemias com altas taxas de incid?ncia em alguns estados. Neste caso, destaca-se o ocorrido nos estados do Mato Grosso do Sul, Paran? e Rio de Janeiro, que notificaram um excedente de 59.370, 39.391 e 18.181 casos, respectivamente.

"O aumento do ?ndice pluvim?trico, ou seja, a maior quantidade de chuvas pelo pa?s facilitou a multiplica??o dos mosquito transmissor da doen?a", afirma Fabiano Pimenta, secret?rio adjunto de vigil?ncia sanit?ria da Secretaria de Vigil?ncia em Sa?de do Minist?rio da Sa?de.

De acordo com Pimenta, as temperaturas m?dias mais altas tamb?m influenciam, uma vez que quanto mais alta for a temperatura, menor ? o ciclo do ovo do mosquito, o que permite que a prolifera??o aconte?a mais rapidamente.

Pimenta aponta que n?o s?o apenas os fatores clim?ticos que colaboram para o aumento do n?mero de casos. Segundo ele, a falta de vacina e de cuidados para preven??o da doen?a influenciam o registro de mais ocorr?ncias da doen?a.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar