A Polícia Civil do Distrito Federal encontrou o celular do jornalista da TV Globo Gabriel Luiz, de 29 anos, esfaqueado por dois homens durante um ataque na noite de quinta-feira (14), no Sudoeste, em Brasília. A carteira do repórter foi encontrada no local do crime, mas o aparelho até então estava desaparecido.

Nesta sexta (15), o celular foi localizado por um morador da região, caído no chão. O homem repassou o aparelho a um investigador da Polícia Civil, que levou o objeto até a 3ª Delegacia de Polícia, no Cruzeiro, que investiga o crime. A corporação diz que não descarta nenhuma hipótese para o ataque.

Celular do jornalista Gabriel é encontrado perto de onde foi esfaqueado- Foto: Montagem/MeioNorteCelular do jornalista Gabriel é encontrado perto de onde foi esfaqueado- Foto: Montagem/MeioNorte

Leia mais

Em nota, a secretaria de Segurança Pública do DF informou que "todos os órgãos de segurança estão empenhados na captura dos bandidos. A investigação está em curso e chegará a bom termo. Não descartamos nenhuma hipótese sobre as razões do ataque. Tudo vai ser esclarecido. Prestamos solidariedade ao Gabriel e sua família."

Ferimentos

Gabriel foi atingido por diversos golpes no pescoço, no abdômen, no tórax e na perna. Ele teve perfurações no estômago, no pulmão, no pâncreas e no diafragma. Também no braço e no pulso, no pescoço e na perna esquerda, com menor gravidade.

Ele foi levado ao Hospital de Base do DF (HBDF) e passou por várias cirurgias na madrugada e nesta manhã. Todas as operações foram bem-sucedidas e a última, no pulso, foi concluída no fim da manhã. Após a operação, ele foi direcionado para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Um boletim médico de 12h20, divulgado pelo Instituto de Gestão Estratégica em Saúde do DF (Iges-DF), informou que Gabriel está "no pós-operatório imediato, em estado grave mas estável. O paciente está consciente e recebeu visita do pai".

Ação dos suspeitos

Câmeras de segurança registraram a aproximação dos homens que atacaram o profissional. As imagens mostram, primeiro, o jornalista passando pelo local. Um suspeito aparece logo em seguida e outro, atrás. Mais à frente, a dupla agrediu Gabriel. Em seguida, os dois saíram correndo em fuga.

O porteiro do prédio do jornalista informou que ele disse que estava saindo em direção a um comércio próximo, quando foi atacado. Ele foi socorrido após pedir ajuda a vizinhos e deu entrada no HBDF consciente.






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Grupo Meio Norte Comunicação (@meionorte)

Gabriel Luiz entrega bilhete à equipe médica

Após ser encaminhado à unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), depois de passar por cirurgias durante a madrugada e a manhã desta sexta-feira (15/4), o repórter da TV Globo Brasília Gabriel Luiz e Silva de Araújo, 28 anos, conseguiu escrever um bilhete e entregar à equipe médica da unidade de saúde.

Segundo integrantes da equipe que acompanham o quadro clínico do repórter, logo depois da visita do pai, Gabriel escreveu um bilhete com desenhos de corações e os dizeres “Te amo”, e entregou a uma médica.