Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Circulando Saúde é realizado em Teresina pela primeira vez

A ação social ocorreu no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI),

Compartilhe
Google Whatsapp

Na sexta-feira (30), a capital recebeu o projeto Circulando Saúde. Com o intuito de diminuir a  fila de espera para atendimentos e tratamentos, informar e orientar a população a respeito das doenças vasculares, formas de prevenção e cuidados, quase 300 teresinenses foram contemplados com os atendimentos gratuitos. 

Crédito: José Alves Filho

A ação social ocorreu no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí  (HU-UFPI), que é filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Das 8h às 17h, foram oferecidos quase 300 atendimentos, por meio de senhas, que foram distribuídas na segunda-feira (26), no ambulatório do HU.

Projeto promovido pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV)  envolve a participação direta da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular Regional Piauí (SBACV-PI). De 2018 até agora, o Circulando Saúde já atendeu mais de 3.000 pessoas.

“Nosso objetivo é aproximar a população do cirurgião vascular. A gente sabe que é uma demanda muito grande por cirurgia vascular. Hoje estamos observando que, de fato, nós tínhamos razão. Disponibilizamos 256 fichas, entregues no primeiro dia, já na primeira semana, superou a expectativa e vimos que é necessário ações como essas para diminuir as filas de espera", disse o Robert Eules, presidente da SBACV-PI.

 Robert Eules, presidente da SBACV-PI | Crédito: José Alves Filho

A equipe que prestou apoio foi composta por médicos angiologistas, cirurgiões vasculares e residentes da especialidade , que realizaram triagem das principais doenças venosas e arteriais periféricas e orientarão o público em relação aos perigos de alguns comportamentos de risco. 

Na ocasião, foram entregues folhetos com informações sobre as doenças vasculares e medicamentos, após avaliação, para quem necessitar. 

"Nós precisamos fazer mais eventos como esse para diminuir a espera de quem procura para trazer a informação para os pacientes, para tratar  as doenças do sistema circulatório. Aqui deixo meu agradecimento, porque ninguém faria um mutirão se não tivéssemos colegas que se disponibilizaram para a ação  social, um dia com atendimento especializado", expressa.

Maria da Conceição tem trombose, e através de uma consulta, ganhou uma ficha para receber um atendimento prestado pelos médicos. "Muita gente tem vontade de ter acesso a uma consulta vascular e é muito dificultoso, principalmente para conseguir aqui no HU. São profissionais maravilhosos e que ajudam muito os pacientes", enfatiza.

Maria da Conceição | Crédito: José Alves Filho



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×