Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Cláudia Cruz visita marido Eduardo Cunha na PF em Curitiba

Ela foi autorizada pela PF a visitar o marido nesta sexta-feira

Cláudia Cruz visita marido Eduardo Cunha na PF em Curitiba
Cláudia Cruz visita marido na Superintendência da PF em Curitiba | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

Esteve nesta sexta-feira (21), na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, Cláudia Cruz, esposa do ex-deputado cassado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha que foi preso na última quarta-feira (19), em Brasília, por conta acusações na Operação Lava Jato.

Normalmente, as visitas na carceragem da Polícia Federal (PF) acontecem às quartas-feiras. A Polícia Federal explicou que como Cunha foi preso na quarta-feira e não pode receber ninguém, Clúdia foi autorizada pela PF a visitar o marido nesta sexta-feira.

Cláudia Cruz visita marido na Superintendência da PF em Curitiba
Cláudia Cruz visita marido na Superintendência da PF em Curitiba

Eduardo Cunha foi preso por determinação do juiz Sérgio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato na 1ª instância. 

O ex-deputado é acusado de receber cerca de R$ 2,4 milhões em propinas para contratos firmados pela Petrobras em Benin, na África e usar contas na Suíça para lava o dinheiro. Por essa denúncia ele é réu pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e falsidade ideológica com fins eleitorais.

Eduardo Cunha foi preso na última quarta-feira, em Brasília
Eduardo Cunha foi preso na última quarta-feira, em Brasília


A ação contra Eduardo Cunha corria no Supremo Tribunal Federal (STF) e chegou às mãos de Sérgio Moro na quinta-feira (13) e logo na segunda feira (17) foi intimado por Moro,  a prisão aconteceu

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), em liberdade, Eduardo Cunha representa risco à instrução do processo e à ordem pública. Além disso, os procuradores argumentaram que "há possibilidade concreta de fuga em virtude da disponibilidade de recursos ocultos no exterior" e da dupla nacionalidade – ele tem passaporte italiano.





Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto