Colegas fazem vaquinha para pagar enterro de PM no Rio de Janeiro

Soldado transmitiu a própria morte em uma rede social

O corpo do soldado Douglas de Jesus Vieira, de 28 anos, será enterrado nesta segunda-feira, às 16h30m, no Cemitério de Irajá, na Zona Norte do Rio. O horário ainda não foi confirmado. O PM transmitiu a própria morte pelo Facebook, na noite de sábado, provocando comoção entre parentes, amigos e internautas.

Para que o sepultamento fosse realizado, colegas de farda, que vivem uma das mais graves crises da corporação, disseram ter feito uma vaquinha. Um deles postou um agradecimento após conseguir a quantia necessária. 

“Venho por meio desta agradecer a todos que participaram da campanha para auxílio financeiro da cerimônia fúnebre do Sd De jesus, chegamos com ajuda dos amigos ao valor para cobrir todas as despesas fúnebres (...) Juntos somos fortes”.

Soldado Douglas de Jesus (Crédito: Reprodução)
Soldado Douglas de Jesus (Crédito: Reprodução)

De acordo com informações de policiais, a PM não cobre os custos com o enterro em casos de suicídio. A assessoria de imprensa da corporação informou "o convênio da PM só dá cobertura aos policiais mortos e ou acidentados em serviço".

Douglas estava havia seis anos na PM e era lotado no 24º BPM (Queimados). No sábado, ele estava em sua casa, em Brás de Pina, também na Zona Norte do Rio, quando começou a transmissão. Deitado em sua cama, ele interagiu com quem o assistia: "E aí, tranquilidade? Tamo junto! Quero ver quem tem disposição pra ver bagulho ao vivo. Quem não tem estômago, mete o pé. O bagulho vai ficar doido agora". Em seguida, Douglas aponta a arma para cabeça e dispara.


Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com