Uma onça-parda adulta, espécie considerada vulnerável e ameaçada de extinção, foi achada morta por pessoas na manhã deste sábado (01) às margens do Anel Viário, no Residencial Sant’Anna, em Rancharia, município de São Paulo. 

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar Ambiental, em reportagem ao portal G1, o animal macho apresentava uma marca de tiro de arma de fogo no corpo. Após serem acionados por pessoas que faziam caminhada no local e encontrar o animal já morto, a Polícia Militar Ambiental deu início a ações de patrulhamento nas proximidades com o objetivo de levantar possíveis informações sobre o disparo de arma de fogo que vitimou a onça-parda. 

Onça-parda é encontrada morta com marca de tiro em SP (Nilza Dilene da Silva)Onça-parda é encontrada morta com marca de tiro em SP (Nilza Dilene da Silva)

Segundo a polícia, a suspeita é de que o felino possa ter sido baleado em alguma propriedade rural nas proximidades e ter ido já ferido até a zona urbana, onde foi encontrado morto. A Prefeitura também foi comunicada sobre a ocorrência. O corpo do animal foi recolhido e enterrado.

O animal 

Também conhecida como suçuarana, puma, onça-vermelha e leão-baio, a onça-parda (Puma concolor) é a segunda maior espécie de felino do Brasil, só ficando atrás da onça-pintada (Panthera onca). Tem corpo alongado, com até 1,08 metro de comprimento. A cauda longa mede até 61 centímetros e a altura é de 63 centímetros.

O macho adulto pode pesar por volta de 70 quilos. A pelagem da suçuarana tem coloração uniforme, variando entre marrom-acinzentado bem claro e marrom-avermelhado escuro. Geralmente os animais que vivem em florestas são menores e mais escuros e os que habitam regiões montanhosas são maiores e mais claros.

Onça-parda está ameaçada de extinção (Reprodução/ Youtube)Onça-parda está ameaçada de extinção (Reprodução/ Youtube)

Possuem hábitos noturnos (predominantemente) e diurnos, caçam a qualquer hora do dia com certa tendência ao horário de crepúsculo. Embora seja uma espécie terrestre, possui muita habilidade para subir em árvores e é muito ágil. A suçuarana vive solitária, menos na época de acasalamento.

Pesquisas comprovaram que a suçuarana é o predador mais eficiente e mais flexível entre os felinos. Ela consegue alimento em 75% das vezes em que parte para o ataque. A alimentação inclui desde pequenos roedores até mamíferos de grande porte (capivaras, veados e catetos), aves e répteis. O período de gestação varia entre 84 e 98 dias, e nascem de um a seis filhotes, com 220 a 440 gramas.