Comandante da PM solta militares presos após abordagem a coronel

Procedimento administrativo será aberto para apurar o caso

O comandante-geral da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL), coronel Marcos Sampaio, revogou, no domingo (26), a prisão dos três policiais que haviam sido detidos após confusão registrada durante abordagem a um veículo oficial onde estava o coronel Adroaldo Freitas Goulart Filho. O mal-estar ocorreu na última quarta-feira (22), em uma blitz realizada no Trevo do Gunga, Litoral Sul de Alagoas.

De acordo com o coronel Marcos Sampaio, já haviam passado as 72 horas da prisão disciplinar, decretada na última sexta-feira (24) pelo chefe do Estado Maior Geral (EMG) da Polícia Militar de Alagoas, coronel Nerecinor Sarmento Pereira Filho. No momento da ocorrência, ele respondia pelo comando da corporação. O coronel Marcos Sampaio também revogou a transferência dos militares do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRp) para o Sertão do Estado e informou que irá ouvir o chefe do EMG sobre os atos.


O comandante da PM/AL confirmou que, nesta segunda-feira (27), ouvirá o tenente Antônio Edvaldo da Silva, o sargento Alexandro de Farias Barros Santos e o soldado Thiago Cavalcante Araújo Oliveira, na presença do corregedor-geral da corporação. Além deles,o coronel Adrualdo será ouvido em outro momento.

"Vamos instaurar um processo administrativo e apurar com rigor o que ouve, ouvindo todas as partes. A Polícia Militar não compactua com desvio de conduta ou abuso de autoridade", reforçou.

Segundo o coronel Marcos Sampaio, o secretário Lima Júnior determinou que a investigação seja acompanhada pelo Conselho de Segurança (Conseg) para assegurar a condução justa do processo.

Fonte: Com informações da Gazeta Web
logomarca do portal meionorte..com