mais

Comprar trabalho de conclusão de curso pronto é crime

Além disso, o estudante pode ter a formatura cancelada e ser expulso da faculdade. O plágio termina não valendo a pena.

Em um site especializado, anuncia-se: "vende-se TCC pronto". Com a normalidade de quem vende um livro, perfis disfarçados de "assessoria acadêmica" cobram até R$3 mil por um trabalho de conclusão de curso no ponto de ser entregue à faculdade. Direito e Enfermagem são alguns dos trabalhos oferecidos pela plataforma. No entanto, a conduta é considerada criminosa, com tipificação no Código Penal Brasileiro.

É o que explica o advogado Ian Cavalcante. "O plágio é a menor das ofensas, pois no atual mercado de trabalho a qualificação profissional tende a ser um fator importante para a contratação profissional. O cometimento do fato pode se constituir em crime de falsidade ideológica, previsto no artigo 299 do Código Penal, isso porque quem compra o material se apresenta como o autor, quando na verdade não é", explica.

Formatura pode ser "cancelada" caso o plágio seja descoberto. Crédito: Emily Ranquist/Pexels. Formatura pode ser "cancelada" caso o plágio seja descoberto. Crédito: Emily Ranquist/Pexels. 

O popular "ctrl C + ctrl V" pode gerar responsabilidade também para o professor que deixa o plágio passar. "A prática do crime será atribuída tanto para o universitário que paga, quanto pelo responsável pela elaboração do trabalho, sendo este encaixado em uma co-autoria, visto que também incorreu em uma fraude. Este crime prevê pena de reclusão de um a cinco anos e multa, se o documento for público, e reclusão de um a três anos e multa, se o documento for particular", revela. 

O universitário que copia trabalhos poderá ser enquadrado em mais um crime. "Também configura crime de falsa identidade, previsto no artigo 307 do Código Penal, visto que quem produz e vende o material está se fazendo passar por outra pessoa, assim como quem compra e apresenta o trabalho. Este crime também pode levar à prisão, pois prevê detenção de três meses a um ano ou multa, se o fato não constitui elemento de crime mais grave", acrescenta o advogado.

Quando instituições sérias identificam plágio, o aluno é jubilado. "Além destes crimes, a compra do TCC também constitui fraude acadêmica, que não traz consequências na área criminal, mas sim na área cível. Quando a prática é identificada pela faculdade, o aluno está sujeito às sanções impostas pela instituição de ensino, que pode resultar na sua expulsão", finaliza Ian Cavalcante.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail