FWF adia resultado de processo seletivo voltado para instrutores

Seleção dos profissionais acontecerá apenas por análise curricular

A Fundação Wall Ferraz, da Prefeitura de Teresina, adiou o resultado parcial do processo seletivo para cadastro de profissionais que irão atuar como instrutores nos cursos, workshops e oficinas de profissionalização em nível de Formação Inicial e Continuada da instituição em 2017. O resultado parcial, conforme o edital, deveria ser divulgado nesta segunda-feira, 13 de março, mas devido a grande quantidade de inscritos foi necessário prorrogar o prazo para a análise dos currículos.

Image title

De acordo com a superintendente executiva da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira, a mudança de cronograma do resultado não comprometerá o processo seletivo. “Agora, com o novo cronograma, a divulgação do resultado parcial do seletivo ficará para o  dia  27 de março, o prazo para recursos  acontecerá  nos dias 28 e 29 de março e o resultado final será divulgado no dia 31 de março. Esse ano o número de inscritos superou as nossas expectativas, em anos anteriores ficávamos com uma média de 700 e 800 inscritos e este ano tivemos mais de mil inscritos”, informa.

A formação de cadastro acontecerá para 12 áreas que englobam 66 cursos, com renumeração diferenciada de acordo com o grau de escolaridade do profissional. Os instrutores selecionados irão atuar ministrando cursos nas áreas de alimentação, artesanato, confecção têxtil, idiomas, gestão e negócios, serviços, informática, beleza, turismo, refrigeração, construção civil e formação sócioprofissional.

A seleção dos profissionais acontecerá apenas por análise de currículos, que está sendo realizada por uma comissão de seleção formada por representantes da FWF. Os instrutores selecionados atuarão com uma carga horária de até 20 horas aula. A contratação, após resultado do processo e convocação de acordo com a necessidade da Fundação Wall Ferraz, é feita mediante Termo de Contrato de Trabalho por Tempo Determinado.

Serão reservadas às pessoas portadoras de deficiência (física, visual ou auditiva), em caso de aprovação, 5% do total de vagas que vierem a ser oferecidas, para cada cargo, durante o prazo de validade do processo seletivo, desde que a deficiência de que são portadores seja compatível com as atribuições do cargo.

Para o presidente da Fundação Wall Ferraz, James Guerra, o processo de seleção de instrutores  já faz parte do calendário anual da FWF. “Somente no ano passado foram convocados mais de 100 instrutores nas diversas áreas e cada vez mais selecionaremos profissionais capacitados, viabilizando que os alunos tenham uma preparação diferenciada e sejam absorvidos pelo mercado de trabalho", afirma.

Fonte: Com informações da Prefeitura de Teresina
logomarca do portal meionorte..com