Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Conta de celular chega com aviso e erro de português para cliente: 'mau educado'

A maior surpresa, no entanto, foi quando eu recebi a conta do plano em casa", falou o corretor de imóveis.

Conta de celular chega com aviso e erro de português para cliente: "mau educado"
Conta | Reprodução
Compartilhe

 O corretor de imóveis Francisco Liberato, de 38 anos, disse que tomou um susto ao conferir na terça-feira (10) as correspondências que chegaram à casa onde mora, no bairro Congós, na Zona Sul de Macapá. Entre os documentos, havia uma conta de telefonia móvel com os dizeres "#fraude" e "#mau educado" ao lado do nome do destinatário. A palavra está escrita de maneira errada, a forma correta é mal educado. A operadora disse que "lamenta o ocorrido e já está apurando os fatos para, se for o caso,  tomar as providências administrativas cabíveis".

Liberato acredita que o recado na conta de telefone é resultado de uma reclamação que fez na central de atendimento da empresa, ocasião em que discordou de uma cobrança de R$ 24 descontados do saldo do plano assinado pela operadora.

 "Fiz uma reclamação de um valor descontado de R$ 24,90. Liguei e disse que não teria usado esse saldo. Consegui reverter o valor debitado, mas a atendente foi muito mal educada comigo. A maior surpresa, no entanto, foi quando eu recebi a conta do plano em casa", falou o corretor de imóveis.

Alegando constrangimento, Francisco Liberato registrou um Boletim de Ocorrências (BO) em uma delegacia de Polícia Civil denunciando a empresa por injúria, calúnia e difamação. Ele ainda não decidiu se vai levar o caso à Justiça.  "Estou pensando em processar a operadora, mas eu quero a prova do que eles escreveram sobre mim porque esse foi um constrangimento que nunca passei na minha vida e jamais fui mal educado com a atendente", afirmou.

O fato provocou Liberato a procurar um advogado para auxiliar em possíveis medidas contra a empresa. "Parei de usar a linha telefônica dessa operadora depois do fato. Isso nunca deveria ter acontecido", concluiu.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar