Corpo de Bombeiros retira todos os corpos de acidente com avião

O acidente vitimou o ministro do STF, Teori Zavascki.

A professora da rede municipal de Juína (MT) Maria Hilda Panas Helatczuk, 55, e a filha dela, a estudante de fisioterapia e massoterapeuta Maíra Panas, 23, são as duas mulheres que morreram no voo que também vitimou o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki. Ao todo, cinco pessoas morreram na tragédia ocorrida na tarde dessa quinta (19) em Paraty (RJ).

Apesar de as identidades de mãe e filha ainda não terem sido confirmadas oficialmente pela Polícia Federal, que investiga o caso, amigos e familiares confirmaram as mortes por meio de posts no Facebook. Também o Grupo Emiliano confirmou as identidades das duas mulheres, por meio de nota, e informou que Maíra "prestava serviço a Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, que passava por tratamento no ciático".

"Carlos Alberto as convidou para um fim de semana em Paraty. O Grupo Emiliano registra seus sentimentos e condolências para a família e amigos. E informa que está prestando apoio e informações aos familiares", disse a nota.

"Família está transtornada"

Amiga de infância de Maíra e da irmã dela, Kely, a advogada Janaina Guariente, 30, casada com o irmão do marido de Kely, contou que a família "está transtornada". Segundo ela, Maíra cursava fisioterapia em São Paulo e trabalhava havia seis meses como massoterapeuta do empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, 69, dono do Hotel Emiliano, uma das vítimas do acidente.

Maria Ilda, segundo Janaina, havia viajado de Juína para São Paulo, em férias, para visitar a filha há pouco mais de uma semana. No último domingo (15), foi o aniversário de 55 anos dela.

"Quando elas embarcaram, mandaram mensagens para a família, tiraram foto dentro do avião e avisaram que estavam indo a Paraty. Como a Maíra disse que era aniversário da mãe, o sr. Carlos quis presenteá-la com essa viagem", contou. "Até então, ela [Maria Ilda] nem o conhecia", disse.

Como souberam que eram elas que estavam no acidente aéreo?

"Desconfiamos porque a Kely tentava contato com elas e não conseguia; além do mais, era um voo curto. Aí vimos a notícia e logo soubemos que eram elas. A família está muito transtornada, muito triste; foram duas perdas imensas", declarou. Ainda conforme a advogada, o pai de Maíra está a caminho de Angra dos Reis (RJ) para fazer o reconhecimento dos corpos. Os velórios e sepultamentos devem ocorrer em Juína.

"Conheço Maíra desde criança. A gente lê e ouve umas coisas desencontradas, mas a verdade é que ela era uma pessoa maravilhosa, uma menina muito batalhadora. Gostava de dança, mas fez um curso de massoterapia e gostou. Além de tudo, ainda cursava fisioterapia. Já dona Maria Ilda era pedagoga de educação infantil na rede municipal, uma pessoa extraordinária –a casa dela está cheia de amigos hoje manifestando carinho. Elas eram muito amadas", contou.

O ACIDENTE

Relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Teori Zavascki morreu na tarde desta quinta-feira (19), aos 68 anos, após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. A morte de Teori foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki em uma rede social.

"Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!".

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com