Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Crianças internadas no HUT ganham baile de carnaval

A festa foi ao som de marchinhas carnavalescas e muito frevo

Compartilhe
Google Whatsapp

Em meio a suportes de soro, curativos, medicações, confetes e serpentinas as 30 crianças internadas na Clínica Pediátrica do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) brincaram na festa de Momo realizada durante a manhã de hoje, 24 de fevereiro, na brinquedoteca, ao som de marchinhas de carnaval e muito frevo. Promovida pelos profissionais de saúde do HUT em parceria com estudantes de medicina da Facid esse tipo de ação tem contribuído para quebrar a rotina do tratamento e melhorar o estado de saúde das crianças.  


De acordo com Manoela Coutinho, gerente de enfermagem da Clínica Pediátrica, as crianças ficam mais alegres e esquecem por alguns instantes que estão internadas em um hospital. "A rotina de medicações associada ainda ao desconforto gerado pela internação deixa as crianças chorosas e tristes. Para levar mais alegria e tornar nossa assistência mais humanizada estamos sempre promovendo diversas atividades e festas. Assim, conseguimos estreitar os laços entre profissionais de saúde, pacientes e acompanhantes e diminuir o tempo de internação, pois a alegria pode contribuir muito para acelerar o processo de recuperação dos nossos pequenos”, destacou Manoela.


Regivaldo Sousa que acompanha o filho, N. A. S., de apenas três aninhos, internado há 20 dias para tratar um síndrome nefrótica, disse que gostou muito da festa e que seu filho aproveitou pra brincar. “Nosso filho ficou muito feliz. Somos de Pedreiras, no Maranhão e já estamos longe de casa há muitos dias. Ele brincou a festa inteira e isso também nos deixa muito felizes”, comentou.

O HUT atendeu ano passado 9.196 atendimentos de crianças entre 0 e 14 anos. O motivo queda se destacou em primeiro lugar com 2.535 casos, representando 28% do total de atendimento de crianças. Em seguida veio o mal súbito com 863 casos, 9,4% do total e em terceiro dor abdominal com 846 atendimentos, 9,2%.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto