Grupos criminosos fazem com que centenas de crian?as asi?ticas entrem ilegalmente na Gr?-Bretanha para trabalhar em planta?es de maconha, segundo informa?es da ONG Fim ? Prostitui??o Infantil, ? Pornografia Infantil e ao Tr?fico de Crian?as com Fins Sexuais (ECPAT, em ingl?s) divulgadas neste domingo.

O grupo afirma que este fen?meno foi multiplicado por cinco no ?ltimo ano. As organiza?es criminosas levam para a Gr?-Bretanha v?rias crian?as, muitas delas procedentes do Vietn?, os mais novos com 13 anos, para trabalhar como escravos e aumentar assim a produ??o de drogas a n?veis recordes.

S?o obrigados a trabalhar nas planta?es de maconha em casas dos sub?rbios ingleses e a dormir em caixas de papel?o, com poucas chances de fuga. "Existem evid?ncias claras de um tr?fico de jovens, que s?o comprados e vendidos, para que trabalhem na produ??o de cannabis no Reino Unido", afirmou a diretora da ECPAT, Christine Beddoe, ? publica??o Independent on Sunday.

"Nos ?ltimos 12 meses houve um aumento de 500% no n?mero de casos constatados. Atualmente sabemos que um jovem por semana ? encontrado pela Pol?cia trabalhando em planta?es de maconha", acrescenta.