Curso de formação de Bombeiros é suspenso temporariamente

Cerca de 15 alunos que estavam no curso foram retirados da sala

O curso de formação dos alunos aprovados no concurso para Bombeiros realizado em 2014 foi suspenso. A informação foi dada pelo comandante do Corpo de Bombeiros, Carlos Frederico Macedo Mendes, durante coletiva sobre a operação Vigiles realizada na manhã desta quinta-feira (17) onde foram presas 18 pessoas.

Cerca de 15 pessoas que faziam o curso foram retiradas da sala para cumprimento de mandado de prisão e coerção. Um total de 50 alunos estavam na sala no momento. O curso de formação, que teria duração de seis meses, estava acontecento no Quartel do Comando Geral.

Foram retiradas 15 pessoas da sala do curso de formação nesta quinta-feira. Na sala havia 50 alunos que participam do curso, que tem duração de seis meses, no Quartel do Comando Geral. 

Operação Vigiles
Operação Vigiles

Segundo o coordenador do curso, Capitão Antônio Floriano, o curso tem duração de 1.400 horas e já estava em sua fase final.

O Secretário de Segurança Fábio Abreu falou sobre o caso e disse que uma fiscal teve acesso a prova no momento da aplicação, tirou fotos e enviou para serem distribuídas, respondidas e enviadas para candidatos. "A fiscal ou o fiscal teve acesso, tirou foto da prova e passou para alguns candidatos ou para os chefes dessa quadrilha, daí eles realizaram essa distribuição. Então, todo esse trabalho foi coordenado pela Greco, que teve acompanhamento nosso nesta operação, tanto eu quanto o comandante do Corpo de Bombeiros, delegado geral e o próprio governador Wellington Dias", afirmou.


Secretário de Segurança, Fábio Abreu durante coletiva de imprensa
Secretário de Segurança, Fábio Abreu durante coletiva de imprensa



Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com