Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

"Dengue no Ceará é grave", diz secretário da Saúde

O número do tipo clássico da doença aumentou 44,4%, pulando de 1.960 para 3.521

Compartilhe

O titular da Secretaria da Sa?de do Estado (Sesa), Jo?o Ananias, definiu como ?grave? a incid?ncia de dengue no Cear?. Os dados divulgados pelo ?rg?o mostram que, nos primeiros dois meses deste ano, se comparado ao mesmo per?odo de 2007, o n?mero do tipo cl?ssico da doen?a aumentou 44,4%, pulando de 1.960 para 3.521. E o de dengue hemorr?gica dobrou, para 52. Incluindo a primeira semana de mar?o, j? s?o 4.079 casos confirmados, 54 do tipo hemorr?gico.

?N?o ? s? no Rio de Janeiro que o problema da dengue est? s?rio, n?s tamb?m estamos vivendo uma situa??o grave, por conta da propor??o entre dengue cl?ssica e dengue hemorr?gica?, disse o secret?rio, antes de embarcar para Bras?lia, na manh? de ontem, acrescentando que o percentual de crian?as e adolescentes com at? 15 anos atingidas pelo mosquito Aedes aegypit tamb?m ? preocupante. Desde 2001, esse percentual vem subindo. Na ?poca, era de 12,4%. Hoje, de 27,5%.

Na ?ltima segunda-feira, uma crian?a faleceu com suspeita de dengue hemorr?gica em Fortaleza. D?bora da Silva Souza, de seis anos, morava no Bairro Cristo Redentor. Com o caso dela, subiu para tr?s o n?mero de ?bitos em investiga??o, somente na Capital. Em todo o Cear?, conforme o boletim da Sesa, s?o oito. Uma morte, em decorr?ncia de complica?es causadas pela doen?a, foi confirmada em Itapipoca.

Na avalia??o de Jo?o Ananias, o aumento de casos na faixa et?ria inferior a 15 anos ? reflexo de uma mudan?a de comportamento da doen?a, cuja causa ainda ? desconhecida. Alex Mont?Alverne, coordenador de Pol?ticas P?blicas da Secretaria da Sa?de de Fortaleza, explica que a endemia, este ano, est? se apresentando, em todas as regi?es, com as mesmas caracter?sticas: atingido cada vez mais crian?as e nas formas mais graves da doen?a.

Doutor em Cl?nica M?dica, Ivo Castelo Branco Coelho, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Cear? (UFC), explica que a tend?ncia, quando h? v?rios sorotipos circulando, ? que os casos graves de dengue fatalmente ocorram. Em 1994, relembra, quando apareceu no Estado o segundo v?rus da doen?a, houve uma epidemia de dengue hemorr?gica. Foram 25 casos desse tipo, e 47 mil no total.

Em 2002, acrescenta o m?dico, surgiu o sorotipo tr?s e a situa??o no Estado novamente se agravou: 71 casos de dengue hemorr?gica. E assim continuou. Ano passado, os tr?s v?rus da doen?a circularam e o Cear? registrou o maior n?mero de casos de dengue hemorr?gica da hist?ria, 298. Este ano, os sorotipos circulantes, segundo o boletim da Sesa, s?o o dois e o tr?s. ?As pessoas est?o mais sens?veis?, alerta Ivo Castelo Branco.

Ou seja, em 2008, se as confirma?es de casos mantiverem o mesmo ritmo apresentado nesses tr?s primeiros meses, a tend?ncia ? de mais um ano recorde para o Aedes aegipty. Mas n?o ? o que as secretarias do Estado e de Fortaleza querem. De acordo com Alex Mont?Alverne, o pico registrado nos meses de janeiro e fevereiro ? conseq??ncia das chuvas, que chegaram mais cedo. ?J? temos mais casos do que em 2007, se compararmos m?s a m?s, mas estamos trabalhando para que, ao fim, os n?meros este ano sejam menores?.

Jo?o Ananias garantiu: ?nossa estrutura de combate ? dengue est? a todo vapor?. Em Bras?lia, o secret?rio disse que iria ao Minist?rio da Sa?de, para tentar a libera??o de mais dez mil litros de inseticida e equipamentos de borrifa??o.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar