Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Desastres causados por mudança climática custaram US$ 100 bi

Incêndios florestais, enchentes e supertempestades custaram caro.

Desastres causados por mudança climática custaram US$ 100 bi
Helicóptero é usado para jogar água em focos do incêndio na cidade de Paradise, na Califórnia | AFP
Compartilhe
Google Whatsapp

Os desastres provocados pelas mudanças climáticas custaram às nações pelo menos US$ 100 bilhões em 2018, alertou uma agência britânica nesta quinta-feira, advertindo que a série de incêndios florestais, enchentes e supertempestades seriam uma "sombra" do que acontecerá se as emissões de gases do efeito estufa não forem reduzidas.

Este ano deverá ser o quarto mais quente já registrado e, à medida que os níveis de carbono e metano na atmosfera continuarem aumentando, eventos climáticos extremos, como os devastadoras incêndios que destruíram áreas da Califórnia, provavelmente se tornarão muito mais comuns.

O ano de "2018 mostrou a ameaça catastrófica que a mudança climática representa para o mundo. E isso é apenas uma sombra do que virá se as temperaturas continuarem subindo", disse Kat Kramer, líder climática global da organização religiosa de assistência Christian Aid.

Helicóptero é usado para jogar água em focos do incêndio na cidade de Paradise, na Califórnia (Crédito: AFP)
Helicóptero é usado para jogar água em focos do incêndio na cidade de Paradise, na Califórnia (Crédito: AFP)


Sua equipe elaborou uma lista de 10 desastres ligados ao clima e usou dados de código aberto, estimativas oficiais e avaliações de empresas de seguros para determinar o custo de cada um.

No topo da lista estavam os furacões Florence e Michael, que causaram danos estimados em US$ 17 bilhões e US$ 15 bilhões, respectivamente.

"A única resposta é que haja esforços globais imediatos para reverter o aumento das emissões, para colocar o mundo a caminho da neutralidade de carbono até a metade do século", disse Kramer à AFP.

Os compromissos assumidos nas negociações da COP24 realizada na Polônia neste mês colocam a Terra no caminho para um aquecimento de 3ºC, considerado perigoso por especialistas.

Em 2018 houve pelo menos um grande desastre induzido pelo clima em cada continente habitado da Terra.

A Christian Aid descobriu que quatro eventos - incluindo os incêndios na Califórnia, a seca no sul da Europa e as inundações no Japão - custaram pelo menos US$ 7 bilhões cada.

"As inundações, secas, ondas de calor, incêndios e tempestades sem precedentes que vimos nos últimos anos são o rosto da mudança climática", disse Michael Mann, professor de Ciências Atmosféricas da Penn State University.

"O clima do mundo está se tornando mais extremo diante de nossos olhos. A única coisa que pode impedir que essa tendência destrutiva se intensifique é uma rápida queda nas emissões de carbono", acrescentou.

A Christian Aid disse que as estimativas de danos provavelmente são muito menores do que o custo real da maioria dos desastres, já que muitas vezes só mostraram perdas seguradas e não incluíram a perda de produtividade associada a negócios e residências fechadas ou danificadas.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×