Detentos do Piauí fazem provas do Enem nesta terça e quarta

Ao longo do ano, foram realizadas revisões.

O Piauí inscreveu 313 detentos para fazerem as provas do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob Medida Socioeducativa (Enem PPL), que será aplicado nesta terça (12) e quarta (13), a partir de 12h30, em 14 penitenciárias.

Na manhã desta segunda-feira (11), as secretarias de Justiça e de Educação do Estado realizaram, na Casa de Custódia, a última revisão geral para o Enem, com participação de reeducandos dos estabelecimentos penais da região da Grande Teresina.

Ao longo do ano, foram realizadas revisões abordando assuntos que serão cobrados nas provas. No primeiro dia de Enem, as provas serão Linguagens e Ciências Humanas e suas Tecnologias e a Redação. No segundo, Matemática e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. 

“A educação é fundamental e libertadora. Essas revisões, com as dicas dos professores e da abordagem sobre o conteúdo das provas, ajudam os reeducandos a terem mais confiança e melhor desempenho”, observa Wellington Soares, professor de Língua Portuguesa.

De acordo com a Secretaria de Justiça, cerca de 36,2% dos presos do Piauí estão participando de algum programa educacional nos presídios do Estado. De 2015 a 2017, houve um crescimento de quase 300% no número de pessoas privadas de liberdade estudando.

Nayra Silva de Aquino, reeducanda da Penitenciária Feminina de Teresina, quer cursar Direito e está confiante que fará uma boa prova. “O preparativo está ótimo, participei de todas as aulas e esse aulão está sendo muito importante aperfeiçoar nossos conhecimentos”, diz.

O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, destaca que as revisões do Enem “consolidam a política educacional do Estado, que busca garantir acesso à educação dentro dos presídios. Estamos aumentando o número de presos estudando e fortalecendo o programa de ressocialização”.


Fonte: Ascom
logomarca do portal meionorte..com