Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Dobra o número de pedidos de resgate a animais em Teresina

O período de pandemia provocado pelo novo coronavírus vem sendo marcado pelo aumento de casos de abandono e maus-tratos contra os animais em Teresina.

Compartilhe

Abrigos e demais organizações que se dedicam para ajudar a proteger animais têm enfrentado uma alta no número de pedidos de resgate em Teresina. O Lar do Nando, um dos maiores abrigos da capital, atualmente recebe o dobro de solicitações. Leiliane Oliveira, uma das administradoras do abrigo, explica que o período de pandemia vem sendo marcado pelo aumento de casos de maus-tratos contra os animais

"Quase todos os dias nós recebemos em torno de 20 pedidos para salvar animais abandonados, presos em residências, acorrentados, esfaqueados e violentados", disse. 

Pandemia fez dobrar casos de abandono e maus tratos a animais em Tereins - Foto: Divulgação

Antes da pandemia, o abrigo tinha a média de 10 pedidos de resgate por dia. Na semana passada, em Luzilândia, interior do Piauí, um cachorro teve os olhos perfurados e ficou cego. O Lar do Nando acolheu Duque, nome do animal, para ajudar com a cirurgia e tratamento, já que os tutores passam por dificuldade financeira. O caso gerou revolta no estado e a Polícia Civil abriu um inquérito para encontrar o culpado.

Leiliane disse, que além da agressão física, os resgates em residências e prédios agora são mais frequentes "Também na semana passada, tivemos o caso de mais um cãozinho. Foi preciso arrebentar a grade e o portão, porque a polícia os bombeiros não puderam ir", acrescenta. O caso aconteceu no Parque Piauí, zona Sul de Teresina. Os responsáveis pelo resgate gravaram toda a situação.

Mesmo em meio às situações revoltantes, o abrigo também recebe a força de um gesto nobre "Um fato vantajoso é que tem crescido o número de adoções. No período de pandemia, nós conseguimos doar mais de 20 animais, entre cães adultos e filhotes", completa.  Porém, nem todos conseguem usufruir da mesma felicidade de encontrar uma família. Lamentavelmente, a saída de gatos, filhotes e adultos, apresentou estagnação.

Abandono e maus tratos a animais cresce em Teresina - Foto: Divulgação

Denuncie - O responsável por abandono pode ser enquadrado na Lei dos Crimes Ambientais, que prevê pena de detenção de três meses a um ano, além de multa, podendo ser agravada em caso de morte do animal. "Precisamos que a população continue denunciando para a delegacia, trazendo informações concretas, como endereço, vídeos/fotos dos animais maltratados", disse Edenilza Viana, delegada do Meio Ambiente. O crime por ser comunicado através do site dv.pi.pc.gov.br e pelo telefones 3230-2025/99934-1576.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar