Dupla é presa com remédios tarja preta para comércio clandestino

A dupla foi entregue na Delegacia de Policia Civil

Francisco de Paula e Rômulo de Sousa, foram presos em flagrante pela Polícia Militar de Barrar, por comercializar remédios tarja preta sem nota fiscal ou documento de origem. Juntamente com ele, foram apreendidos diversos produtos. A apreensão foi realizada durante blitz realizada na terça-feira (03), na saída de Barras para o município de Cabeceiras, na PI 113.

Segundo o Tenente Batista Júnior, eles devem ser enquadrados em crime previsto no artigo 273 do Código Penal: Falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

A dupla foi entregue na Delegacia de Policia Civil para os procedimentos cabíveis. A apreensão foi também informada à Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) e à  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).



Fonte: Com informações do Longah
logomarca do portal meionorte..com