Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Dupla embriagada é detida após confusão e agredir gestante no Piauí

As armas brancas e o aparelho de som foram apreendido e juntamente com os infratores foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Cocal.

Compartilhe

Dois homens foram detidos na terça-feira (04), sendo um idoso de 68 anos, identificado como José Antônio de Sousa, de 68 anos, e  Lucas Pereira Carvalho, de 28 anos,  sob acusação de praticarem os crimes de perturbação do sossego alheio, ameaça e lesão corporal a uma gestante de 45 anos. O caso aconteceu no Assentamento Saco de São Francisco, na região do povoado Boíba, zona rural de Cocal, município da região Norte do Piauí. As informações são do Blog do Coveiro. 

De acordo com as informações, o idoso, que constuma ingerir bebida alcoólica, tem o hábito de perturbar a vizinhança com um aparelho de som em volume máximo e com algazarras que perduram a noite com o dia, não deixando os moradores do entorno dormirem, além de ameaçar com um facão os que se arriscam em lhe pedir para desligar ou baixar o volume do som. A vitima, a senhora Sandra Aneliza Soares, que está gravida e apresentava um pequeno ferimento na mão, que segunda ela, foi produzida pelo senhor José Antônio, após ambos travarem uma luta corporal no momento em que a mesma foi pedir a ele para baixar o som. 

Reprodução/Blog do Coveiro

Lucas Pereira, o outro acusado, estava na casa com o idoso, e passou a ameaçar e injuriar a vitima, instigando ainda o comparsa a não baixar o volume do som. Os militares conseguiram deter a dupla, que foi flagrada incomodando a vizinha com um aparelho de som em volume alto, além de estarem em posse de duas foices, uma faca e um facão.

As armas brancas e o aparelho de som foram apreendido e juntamente com os infratores foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Cocal.

Reprodução/Blog do Coveiro

Devido a aprovação da nova lei de abuso de autoridade, os acusados que estavam em visível estado de embriaguez alcoólica e não tinham condições de prestar depoimento, não puderam ficar detidos aguardando o efeito da bebida passar, tendo em vista que os crimes imputados a eles são de menor potencial ofensivo e caso eles ficassem atrás das grandes se configuraria em "constrangimento" aos suspeitos.

Reprodução/Blog do Coveiro

Com embasamento na nova lei, a autoridade policial liberou ambos depois de confeccionar e entregar a eles uma intimação os convocando a comparecem em uma data especifica no distrito policial, para prestarem maiores esclarecimentos sobre as acusações que lhe são imputadas.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar