Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Anatel apura descumprimento de suspensão do "Infinity Day" da TIM

Se comprovado, operadora pode ser multada em R$ 200 mil por dia. Promoção Infinity Day está suspensa desde segunda-feira (19)

Compartilhe

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, disse nesta sexta-feira (23) que foi aberto um procedimento para apurar se a TIM está descumprindo a decisão da agência que determinou a suspensão da promoção "Infinity Day".

?Existem informações de que ela não suspendeu a promoção no prazo que foi dado?, disse Rezende. De acordo com ele, se for comprovada a desobediência, a TIM pode ser multada em R$ 200 mil por dia de descumprimento.

Em nota, a TIM informou que "está trabalhando para cumprir as determinações sobre a suspensão da promoção". De acordo com a empresa, "todo o percurso técnico para acatar a decisão já foi documentado na Anatel".

A operadora informou que os próximos passos são a publicação de comunicado nos veículos que anunciaram a promoção, envio de SMS aos clientes beneficiados e reversão para a tarifação anterior. "A operadora continua a realizar análises em conjunto com a agência reguladora", disse, em nota.

A Anatel decidiu na semana passada suspender a promoção "Infinity Day". A medida começou a valer na segunda-feira (19).

A justificativa para a decisão foi o temor de que a oferta leve a um aumento de tráfego que a rede de telefonia da operadora não teria condições de suportar, o que provocaria queda na qualidade do serviço para os clientes.

A oferta da TIM, válida para 19 DDDs, permite aos usuários fazer ligações ilimitadas entre números da operadora pagando R$ 0,50 por dia. A tarifa regular da operadora é de R$ 0,25 por ligação entre telefones da TIM. Segundo a Anatel, a promoção estava sendo veiculada pelo menos nos estados do Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso e Amazonas, além do interior de São Paulo.

A operadora chegou a entrar com pedido de liminar na Justiça contra a suspensão imposta pela Anatel, mas ele foi negado. Na ação, a TIM alega que a decisão produziu intervenção exagerada em serviço privado e violou os princípios de livre concorrência e de isonomia da agência. A empresa também afirma que sua imagem está sendo comprometida pela atuação da Anatel.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar