Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Bovespa sobe 3,2% após 6º corte de juros nos EUA

O Federal Reserve decidiu nesta tarde reduzir a taxa básica norte-americana de 3% para 2,25%

Bovespa sobe 3,2% após 6º corte de juros nos EUA
O Federal Reserve decidiu nesta tarde reduzir a taxa básica norte-americana de 3% para 2,25% | Divulgação
Compartilhe

A Bolsa de Valores de S?o Paulo encerrou o preg?o dessa ter?a-feira (18) com valoriza??o expressiva, seguindo a rea??o positiva dos mercados de Nova York ap?s o corte de juro nos Estados Unidos.

Principal ?ndice da bolsa paulista, o Ibovespa subiu 3,2%, para 61.932,78 pontos. O giro financeiro de neg?cios foi de R$ 5,1 bilh?es.

O Federal Reserve decidiu nesta tarde reduzir a taxa b?sica norte-americana de 3% para 2,25% ao ano. Em Wall Street, o ?ndice industrial Dow Jones subiu 3,5%.

Como a aposta do mercado era de uma redu??o de 1,0 ponto percentual, a rea??o imediata das bolsas foi reduzir a alta. Logo depois, por?m, os ?ndices reagiram com ainda mais for?a, buscando novas m?ximas.

Na Bolsa de Valores de Nova York, o ?ndice Dow Jones avan?ou 3,5%, enquanto o S&P 500 deu um salto de 4,24%. Foi o melhor dia em cinco anos.

Profissionais do mercado encontraram diferentes explica?es para o movimento. Uma delas foi a de que a decis?o do Fed, embora menos satisfat?ria do que o esperado, n?o ofuscou o brilho da divulga??o de resultados melhores do que as estimativas dos bancos Lehman Brothers e Goldman Sachs.

Contra Crise

? o sexto corte desde setembro do ano passado, quando o Fed iniciou o processo de cortes para tentar evitar que a maior economia do mundo entre em recess?o. Na ?poca, a taxa estava em 4,75% ao ano.

A queda na taxa j? era esperada pelo mercado financeiro, que previa um corte de at? 1 ponto percentual.

Destaques

Outra l?gica levantada para a rea??o do mercado ao corte foi a de que o teor do comunicado do Fed divulgado junto com o corte do juro, embora bem mais pessimista do que o da reuni?o anterior, mostrou que a autoridade monet?ria est? desvinculando a pol?tica monet?ria da crise de cr?dito enfrentada nos Estados Unidos.

"O Fed mostrou que pretende atacar o problema do cr?dito no sistema financeiro utilizando ferramentas para prover liquidez ao sistema e n?o a pol?tica monet?ria", afirmou Gabriel Goulart, s?cio da Mercatto Gest?o de Recursos.

Essa an?lise, diz Goulart, est? mais em linha com a avalia??o de economistas de bancos, de que cortes seguidos de juros seriam ineficazes para combater os efeitos da crise no setor imobili?rio norte-americano, que tem criado problemas de solv?ncia entre bancos do pa?s.

"O Fed estava agindo a reboque do mercado. Agora mostrou que est? reassumindo o controle", avaliou.

Entre as l?deres de ganhos do Ibovespa, as a?es preferenciais da Lojas Americanas subiram 8,5% a R$ 14,25. As preferenciais da Oi avan?aram 8,4%, valendo R$ 42,70.

Dentre as blue chips, os pap?is preferenciais da Vale tiveram ganho de 2,6%, para R$ 47,70, enquanto os preferenciais da Petrobras tiveram eleva??o de 1,5%, cotadas a R$ 74,95.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar