Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Famílias estão mais endividadas e inadimplência cresce

Economista dá dicas de como economizar e evitar surpresas no orçamento

Famílias estão mais endividadas e inadimplência cresce
Cresce o número de famílias endividadas | div

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou pesquisa apontando aumento do endividamento dos brasileiros em mais de 1%, no comparativo entre os meses de janeiro de 2020 e 2021, revelando 66,5% de famílias com dívidas - atrasadas ou não. A análise, realizada pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), também pontuou que a inadimplência no país cresceu na mesma proporção e com o mesmo espaço de tempo.  

Essa realidade evidencia o momento de crise no Brasil e exige um novo posicionamento da população frente às finanças em casa. Para a professora de Ciências Contábeis, Elisa Barroso, o mais importante é ter consciência da dívida e se organizar para quitá-la e não gerar uma nova.  Segundo a docente, as contas precisam estar na ponta do lápis para gerenciar melhor as despesas.  

professora de Ciências Contábeis, Elisa Barroso. professora de Ciências Contábeis, Elisa Barroso. 

“É de suma importância que se coloque como prioridade as contas que precisam ser quitadas primeiro, como as faturas de água e luz, ou as que custam mais, por exemplo as de cartão de crédito e cheque especial. A partir daí, é possível ter uma visão mais ampla de organização e saber o que se tem de saldo para poder ser gasto”, explicou.  

Após sair de uma dívida, todo o cuidado para não contrair outras é essencial. Elisa comenta que o planejamento financeiro deve ser perseverante, a fim de equilibrar os gastos mensais e evitar surpresas. “Eu sempre digo: pense duas vezes antes de assumir novas dívidas. Como? Faça uma planilha com as entradas e saídas. E sempre envolva a família tanto no controle quanto na vigilância para economizar”, comentou Elisa.  

O propósito do planejamento é afastar a possibilidade de preocupações nas próprias receitas. A contadora adverte que as experiências precisam ser compreendidas e avaliadas constantemente, inclusive para adoção de novas estratégias de economia, como comprar à vista e de forma planejada. “Uma ótima oportunidade de pechinchar é pagar em espécie. Se puder, escolha sempre a opção de pagamento à vista, pois é bem mais fácil conseguir levar o produto ou serviço por um preço menor e você não terá preocupações com parcelamentos futuros, para não se enrolar novamente”, finaliza a professora Elisa Barroso.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push
<