Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Impasse: Investidores cobram definição para setor de petróleo

Batalha de Estados e municípios por royalties travam desenvolvimento da produção

Compartilhe

As incertezas políticas na batalha de Estados e municípios por royalties têm contaminado o setor de petróleo. Desde 2009, não há licitações para novas áreas de exploração, e empresas que apostaram no Brasil na expectativa do crescimento da produção começam a questionar a viabilidade do negócio.

O governo anunciou a retomada dos leilões, mas os investidores cobram a publicação dos editais garantindo a disputa por novas áreas. A pressão chegou ao governo e ao Congresso em dezembro, por meio de uma carta assinada por 14 entidades do setor, incluindo fornecedores, à qual o Estado teve acesso. O texto foi enviado para a Presidência da República, outros órgãos do Executivo e parlamentares ligados à área.

Na carta, cobra-se "medidas para a retomada do crescimento do setor petrolífero". As entidades destacam que o petróleo responde hoje por 12 % do PIB (Produto Interno Bruto) e propicia desenvolvimento tecnológico, formação de mão de obra qualificada e geração de emprego e renda. As entidades elogiam o anúncio do governo de novas licitações, mas cobram a efetivação.

? A indústria apela ao governo para que essa decisão seja tomada o quanto antes.

O planejamento do governo prevê a retomada das licitações com um leilão no modelo de concessão em maio. A estreia do modelo de partilha, criado para a exploração do pré-sal, seria em novembro. A continuidade do impasse dos royalties, porém, ainda pode atrapalhar.

A decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de que vetos devem ser analisados pelo Congresso em ordem cronológica tornou impraticável a derrubada da decisão da presidente Dilma Rousseff de impedir a aplicação de uma nova divisão entre os entes federados para os royalties das áreas que já foram licitadas.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar