Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

"Inflação do aluguel" recua em julho, mostra FGV

A variação dos preços dos alimentos contribuiu para o recuo do índice

"Inflação do aluguel" recua em julho, mostra FGV
|
Compartilhe

A primeira pr?via do ?ndice Geral de Pre?os ? Mercado (IGP-M) mostrou recuo em julho, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (11) pela Funda??o Getulio Vargas (FGV). O indicador variou 1,55% no primeiro dec?ndio do m?s, ante 1,97% no mesmo per?odo do m?s anterior. O IGP-M ? usado para calcular os reajustes da maioria dos contratos de aluguel.

A varia??o dos pre?os dos alimentos contribuiu para o recuo do ?ndice. Entre os pre?os no atacado, os alimentos in natura tiveram defla??o de 0,97%, ap?s uma alta de 4,21% no per?odo anterior, ajudando o ?ndice de Pre?os por Atacado (IPA) a recuar de 2,35% para 1,97%.

Tamb?m no atacado, no est?gio dos bens intermedi?rios, contribuiu para a desacelera??o o subgrupo combust?veis e lubrificantes para a produ??o, cuja taxa baixou de 9,61% para 3,50%. Entre as mat?rias primas brutas, cuja varia??o teve passou de 3,55% para 3,40%, a acelera??o foi impulsionada pelos itens soja em gr?o (de 1,17% para 8,59%), milho em gr?o (de -4,97% para 11,22%) e bovinos (de 4,43% para 7,44%).

Pre?os ao consumidor e custo da constru??o

Os alimentos tamb?m foram os principais respons?veis pela desacelera??o dos pre?os ao consumidor, de 0,60% para 0,42% na primeira pr?via do IGP-M de julho. A taxa do grupo recuou de 1,36% para 0,89%. Nesta classe de despesa, vale mencionar os itens hortali?as e legumes (de 5,47% para -1,44%), panificados e biscoitos (de 2,43% para 0,49%) e massas e farinhas (de 2,44% para 0,34%).

Ainda em sentido descendente, constam os grupos: habita??o (de 0,34% para 0,12%), sa?de e cuidados pessoais (de 0,49% para 0,40%) e educa??o, leitura e recrea??o (de 0,25% para 0,14%), com destaque para tarifa de eletricidade residencial (de 0,18% para -0,37%), medicamentos em geral (de 0,79% para 0,13%) e passagens a?reas (de 6,53% para 0,91%).

Apresentaram acr?scimos em suas taxas os grupos: vestu?rio (de 0,23% para 0,96%), transportes (de 0,16% para 0,17%) e despesas diversas (de 0,02% para 0,04%).

Terceiro componente do IGP-M, o ?ndice Nacional de Custo da Constru??o (INCC) apresentou taxa de 1,38%. No primeiro dec?ndio de junho, a taxa foi de 2,72%. O ?ndice relativo a materiais e servi?os registrou varia??o de 1,58%, ante 1,93% no m?s anterior. O ?ndice que representa o custo da m?o-de-obra variou passou de 3,61% para 1,15%.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar