No dia 25 de novembro ocorre mais uma edição da Black Friday, campanha mundial de ofertas e descontos no comércio varejista. Mesmo com a data sendo marcada em uma sexta-feira, os lojistas já realizam promoções antecipadamente para atratividade dos clientes. As vendas são impulsionadas também pela proximidade com a Copa do Mundo e o Natal.

De acordo com projeção da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a Black Friday de 2022 deverá movimentar R$ 4,21 bilhões e registrar a maior movimentação financeira desde que a data foi incorporada ao calendário do varejo nacional em 2010. Confirmada essa expectativa, o faturamento das vendas apresentará crescimento de 1,1% ante a Black Friday do ano passado, descontada a inflação.

Ofertas da Black Friday movimentam a economia dos setores varejistas (Foto: Divulgação/ Renato S. Cerqueira/Estadão Conteúdo)Ofertas da Black Friday movimentam a economia dos setores varejistas (Foto: Divulgação/ Renato S. Cerqueira/Estadão Conteúdo)Na capital piauiense, o forte das vendas se distribuem por diversos segmentos, contudo, com os eventos de fim de ano, alguns comércios apresentam maiores demandas. Com o antecipado aumento das vendas durante a Black Friday, a empresária Marinalda Oliveira, proprietária do Lojão do Peixe, destacou que o período dedica ofertas especiais a fim de conquistar os consumidores.

“Os preparativos são os melhores possíveis. Já temos clientes que ficam aguardando essa Black fora de época, fazemos isso para termos uma parcela de parceria com nossos consumidores. O Lojão do Peixe criou esse gatilho desde quando começou a pandemia e está sempre fazendo meses de ofertas diferenciadas”, explicou.

Ainda segundo Marinalda, a campanha para Black Friday foi preparada com antecedência, pensado em quantidade de produtos, tendo até 40% de desconto, a fim de garantir benefícios aos clientes. Dentre os peixes e frutos do mar, filés de linguado, camarões, tilápia especial, são as ofertas mais procuradas. As vendas futuras para o Natal recebem o esquenta desse período de promoções.

 Dentre os peixes e frutos do mar, filés de linguado, camarões, tilápia especial, são as ofertas mais procuradas (Foto: Divulgação) Dentre os peixes e frutos do mar, filés de linguado, camarões, tilápia especial, são as ofertas mais procuradas (Foto: Divulgação)Abrangendo outras linhas do comércio local, entre confecções, decorações e eletrônicos, a movimentação deve inserir mais consumidores nas ruas em busca de boas ofertas, possibilitando um maior poder de compra. Com isso, de acordo com Dino Rodrigues, diretor administrativo de um shopping localizado na zona Sudeste de Teresina, vários segmentos expandem suas rendas no período.

“Está vendendo muito tudo de moda com cores relacionadas a Copa do Mundo como roupas, maquiagem, sandálias, biquínis, dentro outros itens, tem tido uma procura muito grande devido a proximidade com o evento. Também tudo relacionado a venda de celulares e acessórios tem tido uma procura muito grande”, relatou.

Durante toda a Black Friday as lojas devem seguir com promoções até o final do mês, facilitando oportunidades de pagamentos aos clientes. Com as facilidades, o parcelamento se torna mais uma opção de compra, abatendo preços de outros períodos do ano. Dino garante que os lojistas devem disponibilizar descontos de até 80% em variadas áreas do comércio do shopping.

Lojistas devem disponibilizar descontos de até 80% em variadas áreas do comércio (Foto: Divulgação/Agência Brasil)Lojistas devem disponibilizar descontos de até 80% em variadas áreas do comércio (Foto: Divulgação/Agência Brasil)Aproveitando o viés da Copa, as estratégias atrativas vão além das decorações e ofertas, também se diversificam em programações que prendam os clientes e possibilitem a circulação para mais vendas.

“Estamos fazendo uma programação para transmissão dos jogos da copa através de TVs espelhadas pela praça de alimentação para que o cliente possa assistir aos jogos da copa no maior conforto, segurança e tranquilidade”, divulgou.

Outras estratégias vão se voltar para o Natal, com foco na decoração chamativa e criação para o clima de compras. Usando desses métodos, os clientes se sentem mais confortáveis para adquirir mais produtos, preparar técnicas de economia e agregar no crescimento de renda de muitas empresas.