Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Pelo quinto dia, dólar sobe e fecha R$ 1,60

Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi vendido por R$ 1,720

Compartilhe

O d?lar comercial foi cotado a R$ 1,609 na venda, em alta de 1,06%, nas ?ltimas opera?es registradas nesta sexta-feira. Trata-se da taxa mais alta desde 10 de julho. Nas casas de c?mbio paulistas, o d?lar turismo foi vendido por R$ 1,720, o que representa um acr?scimo de 0,58% sobre a taxa de ontem.

A Bovespa (Bolsa de Valores de S?o Paulo) opera em queda de 1,32%, aos 56.266 pontos (Ibovespa). O giro financeiro ? de R$ 3,41 bilh?es.

Profissionais das mesas de c?mbio apontam a sa?da de investidores da Bolsa de Valores como um dos fatores que t?m pressionado os pre?os da moeda americana. Em julho, o Banco Central j? detectou que o fluxo cambial teve o maior d?ficit em quase dois anos, principalmente pelo lado da conta financeira.

Analistas falam em um aumento da avers?o ao risco pelo investidor "estrangeiro", o que pode explicar a venda de a?es dos pa?ses emergentes e a valoriza??o do d?lar.

Outros explicam o repique brusco das taxas tamb?m como um ajuste t?cnico de pre?os. "O d?lar caiu muito na semana passada, quando houve uma entrada maci?a de d?lares e muita gente vendeu moeda. ? natural que suba r?pido agora, porque caiu muito r?pido antes. Nesse m?s, a taxa deve girar entre R$ 1,50 e R$ 1,60 mesmo", comenta M?rio Paiva, analista da corretora Liquidez.

Juros Futuros

O IPCA de julho (0,53%) bateu com as expectativas do setor financeiro (0,5%). A surpresa veio do IGP-M. A FGV (Funda??o Get?lio Vargas) revelou que a primeira pr?via do ?ndice teve uma defla??o de 0,01%, ante proje?es de 0,3% no per?odo.

Nos ?ltimos dias, v?rios ?ndices de pre?os apontaram para uma desacelera??o no ritmo de reajuste dos pre?os. O IGP-DI teve alta de 1,12% no m?s passado, contra alta de 1,89% em junho. E o IPC, da Fipe-USP, subiu 0,45% em julho, ante 0,96% no m?s anterior.

No mercado futuro de juros, a maioria das proje?es cederam: a taxa para janeiro de 2009 caiu de 13,73% ao ano para 13,72%; no contrato de janeiro de 2010, a taxa projetada recuou de 14,66% para 14,59%; e no contrato de janeiro de 2011, a taxa projetada foi mantida em 14,28%.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar