Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Petrobrás vai produzir petróleo na Nigéria

O campo é o de Agbami, onde está prevista extração diária de 100 mil barris de petróleo leve

Compartilhe

A Petrobras inicia no dia 21 de julho a produ??o de petr?leo na Nig?ria, no oeste africano. O campo ? o de Agbami, onde est? prevista extra??o di?ria de 100 mil barris de petr?leo leve, "da melhor qualidade" e, portanto, valor comercial. A informa??o ? do gerente geral da Unidade de Neg?cios da Petrobras na Nig?ria, Rudy Ferreira.

Segundo ele, no ano que vem, a produ??o do campo, explorado em parceria com a Total e a Chevron-Texaco, deve chegar a 250 mil barris por dia.

Presente na Nig?ria desde 1998, justamente quando foi descoberto o campo de Abgami, a Petrobras investiu cerca de US$ 2,2 bilh?es no pa?s africano, para iniciar os trabalhos de explora??o e desenvolver a produ??o dos campos onde atua.

Rudy Ferreira afirmou que, somente em Agdami, a estatal brasileira ter? direito a cerca de 37 mil barris de petr?leo por dia. Ele informou que a Petrobras tem participa??o em mais dois campos na Nig?ria: Akpo e Engina.

No campo de Akpo, tamb?m explorado em parceria com a Total e a Chevron-Texaco, o petr?leo deve come?ar a jorrar no in?cio do pr?ximo ano. A produ??o ? estimada em 185 mil barris por dia, dos quais 37 mil caber?o ? Petrobras.

"Isso significa que, em 2009, quando esses dois campos estiveram em produ??o, extrairemos algo em torno de 435 mil barris de petr?leo por dia, dos quais 70 mil barris di?rios dizem respeito ? nossa parte no empreendimento".

Sobre os investimentos de US$ 2,2 bilh?es feitos pela estatal na Nig?ria, Ferreira estima a tend?ncia ? de que se mantenham elevados pelo menos at? 2013, quando a Petrobras colocar? em produ??o o campo de Engina. "Esse ? um campo promissor j? em fase de estudos de engenharia b?sica, que deve entrar em opera??o em 2013".

O Plano de Neg?cios da Petrobras para o per?odo 2008-2012 prev? investimentos adicionais de US$ 1,4 bilh?es na Nig?ria. "A produ??o, a partir de 2009 e pelos pr?ximos cinco anos, deve ser de 25 milh?es de barris por ano, pico que poder? se manter por mais algum tempo exatamente com a entrada em produ??o em 2013 do campo de Engina. Com ele, esperamos estender esse pico de 25 milh?es de barris por dia por um prazo de oito anos", calculou Ferreira.

Ele estima que, tomando como par?metro o pre?o do barril a US$ 80, valor que est? bem abaixo da cota??o do ?leo atualmente no mercado externo, por volta dos US$ 130, a Petrobras ter? receita m?dia de US$ 2 bilh?es por ano proveniente dos campos em que tem participa??o na Nig?ria.

Para Rudy Ferreira, o in?cio da produ??o em Agdami revela o acerto da decis?o da Petrobras de diversificar seu portf?lio (conjunto de t?tulos e a?es) explorat?rio buscando novas ?reas para serem prospectadas fora do Pa?s. Ele disse que o in?cio da produ??o em Agdami ? o exemplo mais claro do acerto dessa pol?tica de diversifica??o.

"A Petrobras usou sua experi?ncia e seu conhecimento em ?guas profundas para trabalhar n?o s? no Brasil, mas tamb?m em outras partes do mundo onde existe ambiente semelhante ao nosso, como na Nig?ria e em Angola (na costa oeste da ?frica) e na parte americana do Golfo do M?xico, onde n?s tamb?m estamos presentes."


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar