A Aneel autorizou o funcionamento de mais duas usinas eólicas no Piauí, que são a Aura Queimada 01, em Lagoa do Barro, e Aura Queimada Nova 02, em Queimada Nova. Já em operação no estado, elas têm capacidade de gerar mais 78,2 megawatts de energia limpa. Os investimentos nos projetos são de R$ 277 milhões.

Segundo Ramon Campelo, diretor de Mineração da Secretaria Estadual de Mineração, Petróleo e Energias Renováveis (Seminper), o Piauí possui um total de 83 empreendimentos de geração de energia eólica em funcionamento localizado nos municípios de Caldeirão Grande do Piauí, Curral Novo do Piauí, Dom Inocêncio, Ilha Grande, Lagoa do Barro do Piauí, Marcolândia, Parnaíba, Queimada Nova e Simões.

Ramon informa que, segundo dados disponibilizados pela ANEEL, o Piauí possui hoje 2,44GW de capacidade instalada em operação de empreendimentos de geração eólica centralizada. O Estado possui ainda 27 empreendimentos em fase de construção e 15 em fase de licenciamento, aguardando início das obras. Os empreendimentos aumentarão a capacidade total instalada para 4,24 GW.

Piauí é destaque nacional como produtor de energia limpaPiauí é destaque nacional como produtor de energia limpa

Impactos 

Segundo o diretor, os empreendimentos causam maiores impactos locais quando na sua fase de construção, gerando emprego e renda, de maneira direta e indireta. “Além de contratarem mão de obra local, os empreendimentos fomentam o comércio local, como hotelaria, restaurantes, postos de combustível, materiais de construção, etc”, relata.

As usinas de geração de energia injetam a produção no sistema de transmissão de energia, que é nacional. Deste, a energia é injetada no sistema de distribuição por meios das subestações dos municípios para então serem distribuídas aos consumidores.

Energia solar: Piauí tem 12.092 sistemas instalados em 205 municípios

Sobre a produção de energia solar, Ramon explica que existem dois tipos de geração de energia: centralizada e distribuída. “Em suma, a geração centralizada se dá nas grandes usinas, que geram energia e a injetam no sistema de transmissão nacional. Já a geração distribuída se dá localmente, nos próprios tetos dos consumidores, e é injetada diretamente no sistema de distribuição das concessionárias locais”, esclarece.

O Piauí, possui 29 empreendimentos de geração centralizada, que somam mais de 1000MW de capacidade instalada. Na geração distribuída, possuímos um total de 12.092 sistemas instalados, espalhados em 205 municípios piauienses e somando um total de 144,82MW, conforme dados da ANEEL divulgado em 13 de dezembro de 2021.

O Estado do Piauí possui 29 empreendimentos de geração centralizada, totalizando mais de 1000MW de capacidade instalada. Além disso, existem 5 empreendimentos em fase de construção, com 215MW de capacidade instalada e 74 empreendimentos com construção não iniciada que totalizaram mais de 2750MW de capacidade instalada e todos esses dados aqui apontado são de geração centralizada, conforme informações da ANEEL, divulgado no dia 13 de dezembro.