O Piauí possui o maior parque de energia fotovoltaica em construção na América Latina. Fica no município de São Gonçalo do Gurguéia com 2,2 milhões de painéis solares da empresa Enel Green Power.

Piauí terá os maiores parques de energia solar e eólica da América Latina - Imagem 1De acordo com Brenda Rocha, engenheira eletricista da Secretaria de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis, a capacidade instalada em operação é de 747,34 MW e a capacidade instalada em construção: 43,032 MW.

Piauí terá os maiores parques de energia solar e eólica da América Latina - Imagem 2São 2.200 trabalhadores envolvidos nas unidades já concluídas e 750 trabalhadores envolvidos nas unidades em construção. Quando finalizada, passará a ter capacidade de produção de 2,3 TWh ao ano, evitando assim mais de 1,2 milhão de toneladas de emissão de CO2 na atmosfera.

Parque Lagoa dos Ventos, da Enel, no Piauí (Foto: Ascom Enel)Parque Lagoa dos Ventos, da Enel, no Piauí (Foto: Ascom Enel)O Piauí também se destaca como o estado que tem o maior parque de energia eólica da América do Sul, cuja empresa responsável é a Enel Green Power, nos municípios de Lagoa do Barro e Dom Inocêncio.

De acordo com relatório da SEMIMPER são 230 aerogeradores, com capacidade instalada de 649,45 MW. São 2.360 trabalhadores envolvidos. Trata-se do maior parque eólico gerido pela Enel Green Power e tem capacidade de gerar mais de 3,3 TWh por ano, evitando assim a emissão de mais de 1,6 milhão de toneladas de CO2 na atmosfera.

De acordo com dados da Agência Nacional de Energia Eétrica (ANEEL), de 7 de novembro de 2022, a capacidade instalada de energia hidraúlica no Piauí é de 237,3 MW em operação. Em biomassa, a capacidade instalada é de 23,5 MW em operação.

3º NO RANKING DE EMPREENDIMENTOS NO PAÍS

No setor de energia eólica, o Piauí tem capacidade instalada de 3.378,75 MW em operação, 675,5 MW em construção e 567,8 MW a construir.

Na produção de energia solar fotovoltaica, a geração centralizada, que constitui empresas e parques, o Piauí tem capacidade instalada de 1.249,92 MW em operação, 870,32 MW em construção e 6.793,34 MW a construir. Na geração distribuída, o Piauí tem 272,73 MW em operação, num total de 24.960 micro e mini usinas em em 219 municípios do estado.

No ranking de energia eólica, o Piauí é o 3º do ranking em número de empreendimentos em operação, ficando atrás de Rio Grande do Norte e da Bahia. De acordo com dados da SEMIMPER, o estado também é o terceiro do ranking em número de empreendimentos em operação, construção e construção não iniciada.

Na produção de energia fotovoltaica, o Piauí também é o 3º do ranking nacional em empreendimentos em operação, ficando atrás de Minas Gerais e Bahia e também está em 3º em empreendimentos em operação, construção e operação não iniciada.

POTÊNCIA INSTALADA POR MUNICÍPIO:

EMPREENDIMENTOS EM OPERAÇÃO

GERAÇÃO EÓLICA:

Caldeirão Grande do PI – 473,40 MW

Curral Novo do PI – 335,60 MW

Dom Inocêncio – 679,85 MW

Ilha Grande – 47 MW

Lagoa do Barro – 621,10 MW

Marcolândia – 206,20 MW

Parnaíba – 118,80 MW

Queimada Nova – 314,90 MW

Simões – 375,10 MW

Betânia – 206,8 MW

GERAÇÃO FOTOVOLTAICA:

Alegrete do Piauí – 2,50 MW

João Costa – 30 MW

Ribeira do Piauí – 210 MW

São Gonçalo do Gurgueia – 790,368 MW

São João do Piauí – 216,05 MW

Teresina – 1 MW