A presen?a de uma multid?o que deixou para fazer compras de ?ltima hora e lotou a Rua 25 de Mar?o neste s?bado (22) fez com que muitas lojas permanecessem abertas por mais tempo que o previsto. De acordo com estimativas da Uni?o dos Lojistas da 25 de Mar?o (Univinco), cerca de um milh?o de pessoas passaram pelo principal centro de com?rcio popular de S?o Paulo durante o dia.

Normalmente, as lojas fecham por volta das 15h no s?bado. Em fun??o do alto n?mero de interessados, muitos comerciantes optaram por permanecer com as portas abertas at? o fim da tarde. No domingo (23), dia em que a maioria das lojas costuma fechar ?s 13h, a previs?o da Univinco ? de que o p?blico seja de cerca de 800 mil pessoas. Assim como neste s?bado, muitos devem permanecer abertos de tarde. Na segunda-feira (24), s? 10% das lojas devem abrir as portas.

"? dif?cil, mas compensa", resumiu a comerciante Elza Nascimento, 42 anos, tentando se desvencilhar da multid?o com grandes sacolas nos bra?os e os dois filhos de 5 e 7 anos a tiracolo. "Deixei para ?ltima hora por falta de tempo. Vim por causa dos brinquedos. Compensa porque o pre?o ? melhor", disse.

Como nos demais dias da semana, em meio ? multid?o, guardas municipais tentavam impedir o com?rcio ambulante. Os gritos e rondas, por?m, serviram apenas para afastar os camel?s por alguns instantes, sem acabar com a pr?tica.