Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Receita libera 45 mil declarações

Entra na lista quem entregou IR em 2006 ou 2007; dinheiro sai entre os dias 23 e 26

Compartilhe

A Receita Federal vai liberar entre esta sexta-feira (16) e segunda (19) mais de 45 mil declarações que ficaram retidas na malha fina entre 2006 e 2007. Para quem tiver imposto a restituir, os depósitos serão feitos entre os dias 23 e 26 deste mês. O total de recursos devolvidos passa dos R$ 17 milhões.

Segundo a Receita, duas em cada três declarações de Imposto de Renda que caem na malha fina têm problemas nos dados sobre rendimentos ou sobre deduções. São valores errados que foram enviados à Receita e o sistema detectou alguma diferença. Nesse caso, o fisco bloqueia a liberação da prestação de contas e o contribuinte deve esclarecer o erro.

Pelo site da Receita é possível acessar o extrato da declaração e saber onde estão os problemas que o contribuinte precisa corrigir. Basta acessar a área de "Declaração do IRPF retida em malha", no site da Receita (www.receita.fazenda.gov.br).

O lote residual de declarações do IRPF 2006 (Imposto de Renda Pessoa Física, ano base 2005) conta com 17.218 contribuintes. Desses, 11.215 tiveram imposto a pagar, o que deixará nos cofres da Receita R$ 22.388.235,93.

Terão direito à restituição 2.365 contribuintes, que receberão, ao todo, R$ 5.144.556,73. O valor estará disponível para saque a partir do dia 23, com correção de 46,84%. Isto é, quem teve R$ 1.000 de restituição retidos, receberá R$ 1.468,40.

A consulta ao lote residual de 2007 poderá ser feita a partir de segunda-feira (19), às 9h, no site.

Neste lote entraram 28.305 contribuintes. Desses, 14.324 tiveram imposto a pagar, deixando para o leão R$ 36.454.762,63.

Outros 4.657 terão direito à restituição e terão de volta R$ 12.279.092,79. O valor será liberado para saque na rede bancária a partir do próximo dia 26, com correção de 33,85% - com R$ 1.000, serão R$ 1.338,50 devolvidos.

As correções referem-se ao acumulado da taxa básica de juros durante o período (da entrega da declaração até a devolução). A Selic está, atualmente, em 10,25% ao ano.

As consultas aos lotes podem ser feitas pelo site da Receita ou pelo telefone 156. A restituição ficará disponível durante um ano no banco. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante formulário eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição), disponível no site da Receita.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar