O Governo do Estado do Piauí lançou nesta quinta-feira (19) através da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado o Programa de Apoio aos Pequenos Negócio. O evento aconteceu no Palácio de Karnak com a presença da governadora Regina Sousa, do presidente da Piauí Fomento, Luís Carlos Ewerton, secretários do governo e parlamentares do Estado

O projeto tem como público-alvo autônomos, microempreendedores e agricultores. São oferecidos formatos de crédito, com taxas ainda mais reduzidas do que as praticadas atualmente por diversos bancos e linha de crédito para a agricultura familiar com carência estendida de acordo com a atividade a ser financiada podendo chegar a 24 meses, com 60 meses para pagar, para créditos de até R$ 50 mil.

Regina Sousa destacou  que o objetivo é ajudar os que mais precisam, “Esse projeto alcança os pequenos produtores para que possam fazer investimentos e aumentar sua renda, o microcrédito dá oportunidade para a pessoa iniciar seu pequeno negócio e nós temos vivido momento de muito desemprego e através desse projeto vamos oferecer treinamentos e apoio para que essas pessoas se desenvolverem e até dobrarem sua produção e melhorarem sua renda”.

Governadora lança linha de crédito para pequenos produtores (Francisco Leal)Governadora lança linha de crédito para pequenos produtores (Francisco Leal)

Programa direcionado a pessoas físicas e informais

O presidente da Piauí Fomento, Luis Carlos, falou do diferencial do crédito oferecido. “Esse programa de apoio aos pequenos negócios vai ser direcionado para as pessoas físicas e informais, que ainda não têm uma empresa formal para os pequenos produtores, hoje 30 pessoas já assinaram seu contrato, os créditos já estão sendo liberados ainda esta semana, a maioria dos créditos vai para a área rural com uma taxa de juros de 5% ao ano com uma carência que alguns casos pode chegar até 2 anos dependendo do projeto, estamos com uma taxa que nenhum banco financia, então é uma forma de movimentar o comercio e dinamizar a produção”.

Durante a solenidade foi assinado um termo de cooperação técnica através do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (Emater) e Secretária de Agricultura Familiar (SAF) e o município Cocal dos Alves objetivando contribuir para o aumento do IDH do munícipio. 

O projeto tem como objetivo desenvolver ações integradas e complementares de assistência técnica e extensão rural e de estruturação produtiva para aumento da renda e oportunidade de trabalho aos agricultores familiares do município de Cocal dos Alves- PI, garantindo melhoria da qualidade de vida, redução das desigualdades, segurança alimentar e a consequente elevação do IDH do munícipio.

Patrícia Vasconcelos destacou a importância da união de Secretárias e órgãos do Governo no desenvolvimento de ações de apoio ao homem do campo. “ Nosso objetivo é integrar política públicas para apoiar a  agricultura familiar e esse financiamento da Piauí Fomento vai ampliar as oportunidades que essas famílias já tiveram com experiência também em outras programas da SAF. Assinamos uma pareceria com a prefeitura de Cocal dos Alves o IDH+ onde vai incluir todas essas políticas de aumento de renda para que possamos daqui a algum tempo ver o aumento do índice de desenvolvimento daquele munícipio, uma experiência piloto que conta com vários órgãos do estado do Piauí’.