mais

Transcerrados leva Piauí a ser o 10º maior produtor agrícola do Brasil

Wellington Dias afirmou que a Transcerrados é a maior PPP da história do Piauí e foi levada para leilão na Bolsa de Valores com a credibilidade que o estado tem.

Com a construção da rodovia Transcerrados, pela Parceria Público-Privada (PPP), encabeçada pela empresa Grãos do Piauí, com contrato assinado pelo Governo do Estado, na manhã de segunda-feira (26), no Palácio do Karnak, o Piauí passará de sua atual posição de 11° para 10° maior produtor agrícola do Brasil, conforme calcularam o presidente da Federação da Agricultura, deputado federal Júlio César Lima (PSD), e o governador Wellington Dias (PT).

"Nós vamos passar da posição de 11° maior produtor agrícola, que já é muito bom, para a posição de 10° produtor agrícola do Brasil", afirmou Júlio César Lima.

Wellington Dias afirmou que a Transcerrados é a maior PPP da história do Piauí e foi levada para leilão na Bolsa de Valores com a credibilidade que o estado tem.

Segundo ele, o Consórcio Grãos do Piauí fará investimentos no valor de R$ 800 milhões e começa a construção este ano, sendo que no final de 2022 já entra em operação com o primeiro trecho.

"A Transcerrados fará com que nossos produtores sejam mais competitivos, vamos ter mais investimentos, vamos gerar mais empregos e maior produção", salientou Wellington Dias.

Rodovia Transcerrados vai promover o desenvolvimeno do Piauí. (Foto: Pedro Silvestre)Rodovia Transcerrados vai promover o desenvolvimeno do Piauí. (Foto: Pedro Silvestre)

O Piauí teve, neste ano, uma safra de 5.716.437 toneladas, um crescimento de 5,4% em comparação com a produção de 2020. A superintendente de Parcerias e Contratos do Piauí, Viviane Moura, disse que a Transcerrados representa um marco de transformação.

"A Transcerrados não é apenas uma rodovia, mas um caminho entre quatro Estados (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), entre áreas que crescem de maneira espetacular" , afirmou Viviane Moura.

Participaram da assinatura do contrato, o secretário estadual de Fazenda e coordenador-geral do PRO Piauí, Rafael Fonteles; diretor-executivo da Aprosoja-PI, Rafael Maschio; o diretor-geral do DER, Castro Neto, e representantes da concessionária Grãos do Piauí, que vai reformar e administrar a Transcerrados.

“Celebramos um dos mais importantes contratos da história do Piauí. Um acordo grande pelo volume de investimentos e tamanho da obra. Estamos falando de uma rodovia que só neste contrato são 270 quilômetros. Estamos falando de geração de emprego e impulsionamento de uma região extraordinária no Sul do Piauí, nos Cerrados”, disse  Wellington Dias.

Rodovia Transcerrados não é só uma rodovia, ela é um caminho para a prosperidade e para o desenvolvimento. (Foto: Divulgação)Rodovia Transcerrados não é só uma rodovia, ela é um caminho para a prosperidade e para o desenvolvimento. (Foto: Divulgação)

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Piauí ocupa o 6° lugar entre os estados com maiores crescimento na produção de soja na safra de 2021.

É nesse contexto positivo que o consórcio Grãos do Piauí vai assumir, através de uma Parceria Público-Privada, a gestão da Rodovia Transcerrados, vital para o escoamento da produção de grãos, promovendo o desenvolvimento e integração dos Cerrados piauienses.

“Para nós é um marco de transformação para o Piauí. Nossa equipe vem trabalhando esse projeto há mais de seis anos, incluindo uma etapa que aconteceu entre 2010 e 2011, sendo retomada em 2015. Nós sabemos o tamanho do desafio e o quanto tínhamos responsabilidade de fazer esse projeto dar certo. A Rodovia Transcerrados não é só uma rodovia, ela é um caminho para a prosperidade e para o desenvolvimento. São 25 cidades, 250 mil pessoas que precisam se locomover e de trabalho”, ressalta Viviane Moura.

Obra importante

De acordo com o Levantamento da Safra Agrícola do IBGE, o Piauí produziu, este ano, 2,745 milhões de toneladas de soja contra 2,447 toneladas colhidos em 2020. A Transcerrados compreende as rodovias PI-397 e PI-262 (estrada da Palestina).

Transcerrados leva Piauí a ser o 10º maior produtor agrícola do Brasil - Imagem 3

Para Rafael Maschio, da Aprosoja-PI, é o momento de reconhecer e agradecer a importância dessa obra. “A Transcerrados é caminho para o desenvolvimento e uma série de outras coisas que essa engrenagem do setor primário movimenta. Desejamos que o produtor que está lá na ponta possa desfrutar dessa estrutura rodoviária”, enfatiza.

A rodovia se destaca como rota de escoamento dos grãos produzidos no Matopiba, território que reúne os Cerrados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

A Grãos do Piauí ficará responsável pela implantação, recuperação e manutenção nos 276,8 quilômetros da estrada.

Colheita da soja preparada para comercialização. (Foto: Divulgação)Colheita da soja preparada para comercialização. (Foto: Divulgação)

A perspectiva de investimento para obras e aquisição de equipamentos é de R$ 650 milhões ao longo de 30 anos. Desse total, está previsto como investimento inicial o valor de R$ 186 milhões, nos primeiros dois anos após assinatura do contrato.

Além disso, serão investidos, nos próximos 30 anos, mais R$ 150 milhões em operação e manutenção duas duas vias. “É um sonho antigo do estado e dos produtores que é essa espinha dorsal do Cerrado piauiense, a Rodovia PI 397. Nós estamos inaugurando esse novo modelo de PPP que termina por acelerar o desenvolvimento, garantindo a gestão e durabilidade muito maior pra essa locomoção que passam na rodovia. É um modelo que que estamos avançando e que vai gerar emprego e renda”, disse o secretário Rafael Fonteles. 

 Pedágio por trecho será de R$ 8

As obras da Rodovia Transcerrados, que vai garantir o escoamento da soja, milho, feijão, sorgo e algodão dos Cerrados do Piauí, deve ter início em outubro com máquinas na pista.

O investimento é em torno de R$ 800 milhões por meio de Parceria Público-Privada (PPP), pagamento que será realizado pelo Governo do Estado e por pedágio ao longo de 30 anos.

Viviane Moura falou sobre os investimentosa para conclusão da Transcerrados. (Foto: Divulgação)Viviane Moura falou sobre os investimentosa para conclusão da Transcerrados. (Foto: Divulgação)

A superintendente de Parcerias e Concessões do Estado, Viviane Moura, disse que a expectativa é que a conclusão ocorra até 2022, quando deve começar também a ser cobrado pedágio no valor estimado de R$ 8,00 por trecho.

“São R$ 800 milhões entre investimento em obra, operação e manutenção. É uma rodovia que vai ter carro guincho, serviço mecânico e wifi livre. Será uma rodovia totalmente diferenciada, diferente do que temos hoje e que tem uma atenção especial ao usuário em relação ao bem-estar e segurança. Terminou o processo de implantação e começou a trafegar com asfalto; aí começa a pagar o pedágio”, esclarece Viviane Moura.

Ela disse que o valor de R$ 8,00 por trecho é menor que todas as rodovias com pedágios do Brasil. Ao todo, serão 276 quilômetros de rodovia, divididos em três trechos.

Viviane Moura disse que o valor do pedágio ficou definido em valor ficou em R$ 8,00. (Foto: Divulgação)Viviane Moura disse que o valor do pedágio ficou definido em valor ficou em R$ 8,00. (Foto: Divulgação)

“O valor ficou em R$ 8,00 e foi negociado com os produtores que são quem mais necessitam da rodovia Transcerrados. "Serão três trechos de pedágio que chegam a R$ 24,00, que é menor do que atualmente é pago, cerca de R$ 75,00 por não existir a estrada e isso está no custo do frete”, acrescenta a superintendente, mencionando que o pagamento só terá início quando a rodovia for implementada.

“Essa é uma grande diferença das PPPs. A Parceria Público-Privado só significa uma despesa para o Governo quando o serviço está à disposição do usuário. Já nos contratos convencionais, o Governo paga antecipado. O valor começar em torno de R$ 900 mil e chega a R$ 2 milhões mês, que é o correspondente ao que o privado vai investir. O privado vai investir R$ 800 milhões e o Estado vai pagar esse investimento ao longo de 30 anos”, finaliza Viviane Moura. 

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail