Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Usina de Pecém opera em 2011 com ampliação no Ceará

Governo afirma que ampliação do projeto já é fase superada e quer incorporar laminadores à planta

Usina de Pecém opera em 2011 com ampliação no Ceará
|
Compartilhe

Est? confirmada a amplia??o da Companhia Sider?rgica de Pec?m (CSP). A usina cearense agora ter? mais que o dobro de sua capacidade de produ??o, passando de uma fabrica??o de 2,5 milh?es para 6 milh?es de toneladas de placas de a?o. O investimento se aproxima dos US$ 6 bilh?es. Segundo o governo afirma, esta j? ? uma fase superada. Os esfor?os, agora, est?o concentrados na incorpora??o de laminadores, o que agregar? valor ? planta cearense.

Voltando de visita ? ?sia, o presidente da Ag?ncia de Desenvolvimento Econ?mico do Cear? (Adece), Ant?nio Balhmann, que se reuniu com empres?rios da s?cia coreana da CSP, Dongkuk Steel, garante que n?o h? mais volta neste projeto. Como resultado das negocia?es l? feitas, ficou definido que metade da produ??o de placas ser? destinada exclusivamente ? empresa sider?rgica da Cor?ia do Sul. ?Todo o consumo de placas da empresa na Cor?ia ser? fornecido pelo Cear?, destaca Balhmann.

Do restante da fabrica??o, informa, a maior parte ficar? com a nova s?cia, a japonesa JFE Steel ? a segunda maior empresa do ramo no Jap?o e terceira maior do mundo ?, e uma outra parcela se destinar? ao mercado interno, modelo diferenciado ao inicialmente acordado, que previa que toda a produ??o fosse destinada ? exporta??o. A possibilidade dessa mudan?a j? havia sido informada pelo Di?rio do Nordeste na edi??o do dia 16/4/2008.

?O mais importante agora ? que estamos trabalhando na constru??o de uma usina completa, trazendo os laminadores que produzir?o as chapas de a?o, especialmente as chapas grossas, de maior valor agregado, utilizadas nas metal?rgicas e pequenas e grandes caldeirarias?, destaca Balhmann. Com esta verticaliza??o, torna-se poss?vel a cria??o de um p?lo metalmec?nico do complexo industrial do Pec?m.

Funcionamento

Tendo o tamanho da sider?rgica sido revisto, a expectativa agora ? de que a usina inicie o seu funcionamento em 2011, e n?o mais em 2010, como havia pedido o presidente Lula ? j? que este ser? o ?ltimo ano do seu mandato. Agora, a planta passa pelo processo de sondagem, onde ? estudado o terreno para saber as suas composi?es, a resist?ncia de solo e definir onde ficar? instalado cada componente da usina.

A ?rea ser? a mesma de quando acordada a parceria para a cria??o da CSP: o terreno de mil hectares ao lado do destinado ao antigo projeto da Ceara Steel, planta que utilizaria g?s natural como redutor de energia, e n?o carv?o mineral, como o atual modelo.

Segundo Balhmann, est?o sendo finalizadas as autoriza?es dos propriet?rios do terreno e, ap?s isso, ser? iniciada etapa da terraplanagem.

Estaleiro

A meta agora ? estimular atividades que se utilizam de chapas de a?o para viabilizar a instala??o futura dos laminadores. Por isso, o governo prospecta a constru??o de um estaleiro no Estado, equipamento que, atualmente, ? o maior consumidor de placas de a?o do mundo, conforme antecipou o Di?rio. ?? uma id?ia poss?vel, e estamos trabalhando com essa possibilidade?.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar