Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Educação na gestão Wagner Coelho mais uma vez não atinge meta do IDEB

Desde 2017 o município, que tem vocação para o ensino, não atinge a meta estabelecida pelo MEC.

Compartilhe

A educação municipal de Uruçuí-PI acumula resultado negativo no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do Ministério da Educação (IDEB 2019). Nas séries iniciais, a meta projetada era de 4,8 e o município fez apenas 4,6. O resultado foi divulgado pelo MEC na última terça-feira (15/09). Desde 2017 o município, que tem vocação para o ensino, não atingiu a meta, o que demonstra baixo rendimento dos alunos e deficiência na política educacional adotada pela gestão. Em 2017 a meta era 4,5 e o município fez apenas 4,2.

Num comparativo com outros municípios piauienses, Uruçuí, que tem 21.655 habitantes e PIB per capita de R$ 59.528,58, ficou atrás até da cidade de São João do Piauí. O município fica a 460 km da capital, está localizado na região da Serra da Capivara, com 20.601 habitantes e PIB per capita de R$ 10.652,35 (quase seis vezes menor que Uruçuí). São João do Piauí saiu de um IDEB de 3,5 e obteve a nota 5,5, superando a meta estabelecida que era de 4,5. 

Wagner Coelho

Castelo do Piauí, a 187,6 km de Teresina, é outro município que, mesmo com capacidade produtiva bem inferior a Uruçuí (o PIB per capita de Castelo é de apenas R$ 8.210,82), ultrapassou a sua meta estabelecida para o IDEB nos anos iniciais que era de 4,9 e atingiu a expressiva nota de 6,7, superando até a projeção de 5,2 estabelecida para 2021. O município tem 19.715 habitantes.

Segundo dados da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), nos índices registrados nos anos iniciais, 67,3% dos municípios piauienses conseguiram alcançar o IDEB 5,9 em 2019, superando a meta nacional de 5,7, considerando tanto as escolas públicas quanto as particulares. O Brasil como um todo atingiu nas séries iniciais 5,9, a meta era 5,7 para 2019 e deverá atingir a nota 6,0 até 2021.

O IDEB é calculado a partir da taxa de aprovação das escolas e as médias de desempenho dos alunos em uma avaliação de matemática e português no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Ele é um indicador de qualidade dos ensinos fundamental e médio, abrangendo as redes pública e privada. Ele considera os resultados da Prova Brasil e a taxa de aprovação, indicador que tem influência na eficiência do fluxo escolar, ou seja, na progressão dos estudantes entre etapas/anos na educação básica.

O IDEB também é um importante condutor de política pública em prol da qualidade da educação. É a ferramenta para acompanhamento das metas de qualidade para a educação básica, que tem estabelecido como meta para 2022, alcançar média 6 – valor que corresponde a um sistema educacional de qualidade comparável ao dos países desenvolvidos.

Diante do potencial que tem, a cidade de Uruçuí permanece na lanterna em termos de investimento educacional no município. Segundo especialistas da educação, é necessário investimentos mais efetivos do Poder Público, a fim de que o município de Uruçuí alcance níveis educacionais no mínimo compatíveis com seu potencial de desenvolvimento, visando garantir aos seus estudantes o direito educacional expresso na Constituição Federal. 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar