Eike Batista pediu à 1ª Vara Empresarial da Comarca de Belo Horizonte acesso à Justiça gratuita no processo de falência da mineradora MMX Sudeste Mineração S.A. O empresário já foi o sétimo homem mais rico do mundo e chegou a ser dono de uma fortuna de US$ 30 bilhões, segundo a revista Forbes.

A defesa do empresário afirma que Eike está com os bens bloqueados e não tem como pagar os custos do processo.

Eike Batista pede acesso à Justiça gratuita e alega “falta de recursos”Eike Batista pede acesso à Justiça gratuita e alega “falta de recursos”

Segundo O Globo, o primeiro pedido do empresário por acesso à Justiça gratuita foi feito no domingo (2). Como esse primeiro pedido foi negado, a defesa de Eike entrou com recurso na terça-feira (4) no Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Em seu despacho, o desembargador Adriano de Mesquita Carneiro determinou que o empresário apresente à Justiça suas três últimas declarações do imposto de renda, cópia da carteira de trabalho, os três últimos contracheques e os extratos bancários dos últimos três meses.

A MMX entrou em falência em maio de 2021 e carrega dívidas de 1,2 bilhão de reais.