Eletrobras realiza operação de corte após débito de R$ 100 milhões

A região da zona Leste concentra 17% do débito total de Teresina

A Eletrobras Distribuição Piauí prepara uma grande operação de fiscalização e corte nas unidades consumidoras que ainda estão em débitos com a Empresa. A ação, que ocorrerá na zona Leste da Capital, terá início na próxima segunda-feira (18) e contará com 45 equipes concentradas na Ponte Estaiada a partir das 7h30. A região, considerada área nobre da cidade, concentra 17% do débito total de Teresina, que ultrapassa R$ 100 milhões.

Segundo o gerente do departamento de Faturamento e Recebíveis, Gileno Pontes, estão sujeitos ao corte do fornecimento de energia elétrica os consumidores que estiverem inadimplentes por mais de 45 dias com a Empresa.

A Eletrobras mantém vários postos de atendimento na Capital (confira aqui a lista completa das agências) e a Central de Teleatendimento (0800 086 0800) para consumidores que queiram negociar os débitos e impedir que os funcionários façam o corte do fornecimento. “Para negociar as dívidas, a Empresa oferece diversas condições de pagamentos como o parcelamento em condições especiais e a dispensa de 100% de juros e multas em pagamentos à vista”, informou o gerente.

Furto e fraude de Energia

Ambos são crimes previstos no Código Penal: a fraude no artigo 171 (estelionato) e o furto no artigo 155. A pena para esses crimes é de um a quatro anos de reclusão. Também são cobrados os valores retroativos referentes ao período fraudado acrescidos de multa. Quando a fraude ou o furto são descobertos, o responsável pode ter o seu fornecimento de energia suspenso.

Fonte: Com informações da Ascom
logomarca do portal meionorte..com