Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Elmano pede prioridade para retomada da construção civil

Senador reuniu vereadores de Teresina em videoconferência para debater sobre as eleições municipais e planejamento de reabertura das atividades econômicas.

Compartilhe

O senador Elmano Férrer (PODEMOS/PI) defendeu que a construção civil seja considerada como atividade prioritária na primeira fase de reabertura das atividades econômicas. Durante videoconferência com os vereadores de Teresina, o parlamentar destacou a necessidade de um planejamento de reabertura das atividades de forma gradual, e que a construção civil está entre as atividades essenciais, por afetar diretamente em emprego e renda. A reunião também foi para tratar sobre o adiamento das eleições municipais e pleitos unificados em 2022.


Segundo o senador Elmano Férrer, grandes obras estão paralisadas em Teresina e outras correm risco de serem prejudicadas, como o viaduto do Mercado do Peixe, que seria concluído neste mês, e o viadutos rodoferroviários, que já haviam sido iniciados. Ele citou ainda o início das obras de duplicação da BR-316, no trecho de Teresina a Demerval Lobão. "Acredito na capacidade dos vereadores da Câmara Municipal de Teresina de conduzir o debate de reabertura de forma a priorizar a vida dos cidadãos e os empregos dos trabalhadores", afirmou o senador.

Elmano Férrer afirmou que o setor da construção civil tem grande impacto na economia, respondendo por 6% do PIB e 34% da indústria brasileira, gerando 13 milhões de empregos diretos e indiretos em todo país. No restante do país, esse setor continua ativo. "Não há atendimento ao público, e nem aglomerações nessa atividade, minimizando os riscos de contágio, especialmente se tomadas todas medidas de higiene", afirmou.

Sobre as eleições, o senador explanou sobre sua Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que propõe prorrogar mandatos de atuais prefeitos e vereadores, unificando as eleições em 2022. "É uma medida que trará benefícios aos cofres públicos", justificou.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar