mais

Empresa é acusada de explorar mão de obra escrava no Piauí

A Haribo é conhecida mundialmente pela produção de balas de goma

O Piauí é o maior produtor de pó de carnaúba do país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, essa riqueza natural tem sido alvo de empresas estrangeiras, principalmente com relação à exploração de mão de obra em condição análoga à escravidão.

Uma das maiores empresas de doces da Alemanha, Haribo, é acusada de praticar esse tipo de crime não só no Piauí, mas também em outros estados brasileiros. A empresa tem sido acusada por um documentário promovido em uma TV pública da Alemanha, de proporcionar péssimas condições de trabalho às pessoas e de cometer maus tratos aos animais na produção de gelatina para seus produtos.

A matéria-prima explorada é a cera de carnaúba, produzida no Piauí, Ceará, Maranhão, Bahia e Rio Grande do Norte. O escândalo tomou as páginas dos maiores periódicos do país europeu, incluindo o Deutsch Welle (DW), que destaca a exploração de “uma das regiões mais pobres do Brasil”.


Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail