O empresário Cassio Joel Cenali, que viralizou ao dizer que iria parar de entregar marmitas a uma eleitora do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Itapeva (SP), recebeu mais de R$ 5 mil de auxílio emergencial e responde a diversos processos judiciais. 

Segundo o G1, o empresário responde a diversos processos no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), entre eles, processos por distribuição de cheque sem fundo na compra de cabeças de gado e por não pagamento de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). 

Cassio Cenali foi questionado sobre o recebimento do auxílio emergencial e dos processos judiciais, mas não obteve retorno. Conforme o Portal da Transparência, das 15 parcelas recebidas, seis foram no valor de R$ 600, duas de R$ 300 e outras sete no valor de R$ 150, totalizando R$ 5.250,00.

Empresário de Itapeva viraliza ao dizer em vídeo que vai parar de entregar marmitas a petista (Foto: Reprodução) Empresário de Itapeva viraliza ao dizer em vídeo que vai parar de entregar marmitas a petista (Foto: Reprodução) PEDIDO DE DESCULPAS

Após a repercussão do caso, o empresário pediu desculpas pela gravação e disse estar arrependido.

"Eu sou o Cassio e estou aqui para pedir desculpas pelo vídeo, pela infelicidade de ter feito esse vídeo. Estou muito arrependido. Faz mais de dois anos que eu faço 60 marmitas toda quarta-feira e entrego para morador de rua e para essa senhora, e não é isso que vai fazer eu parar com esse trabalho meu", afirmou em um vídeo nas redes sociais.






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Grupo Meio Norte Comunicação (@meionorte)






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Grupo Meio Norte Comunicação (@meionorte)