Entidades se reúnem para decidir rumos do movimento contra aumento

O encontro terá início às 18h nesta quinta (11) na sede do SINDSERM

Após a realização do primeiro ato público contra o reajuste no preço das passagens de ônibus em Teresina na última terça-feira (09), entidades sindicais, do movimento estudantil e popular marcaram para hoje, dia 11, uma reunião de avaliação e planejamento dos próximos atos. O encontro terá início às 18h, na sede do Sindicato dos(as) Servidores(as) Públicos(as) Municipais de Teresina (SINDSERM), na Rua Quintino Bocaiúva, nº 446, Centro norte.

Na terça, estudantes e trabalhadores realizaram protestos contra o aumento das tarifas de ônibus urbanos de Teresina para R$ 3,60 e para R$ 1,15 a tarifa estudantil, decretado pelo prefeito Firmino Filho (PSDB). As manifestações começaram na Praça do Fripisa e terminaram com o bloqueio das pistas da Avenida Frei Serafim, com o cruzamento da Rua Coelho de Resende, no Centro de Teresina.

Alguns manifestantes que participaram do protesto contra o aumento da tarifa do transporte público da capital, depredaram a sede do PSDB, localizada na Rua Pires de Castro, em Teresina. Vidros e portas foram quebrados. Por conta do ato, o partido já decidiu que registrará um boletim de ocorrência para que se apure a conduta dos responsáveis.

 (Crédito: Raíssa Morais)
(Crédito: Raíssa Morais)
 (Crédito: Raíssa Morais)
(Crédito: Raíssa Morais)




Fonte: Com informações da Ascom Sindserm Teresina
logomarca do portal meionorte..com